Skullwell é o 1º brasileiro a lançar pela label de Don Diablo; ouça “My My My”!

O produtor de 21 anos lançou collab com italianos do Promise Land pela HEXAGON nesta quinta

Skullwell no P12. Foto: Hector Matheus Cardoso/Divulgação

Levar sua arte além das fronteiras do Brasil é sonho de muitos DJs e produtores tupiniquins, mas o sol é para poucos. De olho no momento do mercado, com artistas brasileiros despontando pelo mundo, Pedro Moraes, o Skullwell, se aproxima cada vez mais da Europa com a nova fase de sua carreira, focada em criar sons que se adequem às pistas brasileiras e sejam aquilo que o mercado internacional também procura.

Skullwell conversou com a Phouse sobre o atual momento, a nova sonoridade e o grande lançamento desta quinta-feira (31): sua versão de “My My My”, hit de Armand van Helden, pela HEXAGON, numa colaboração com o duo italiano Promise Land — grandes nomes da EDM europeia, que também bateram um papo com a gente.

Dias antes do lançamento, “My My My” recebeu suportes do próprio Don Diablo e apareceu em sua listagem do site 1001Tracklists, um radar que registra o que os grandes artistas ouvem e tocam por aí. A faixa ainda abre o episódio 248 do Hexagon Radio, programa semanal apresentado por Don Diablo, que foi ao ar na manhã dessa quarta-feira.

“Estou falando de talento na forma de Promise Land e Skullwell com ‘My My My’. Super fresh e funky, algo para animar o seu final de semana ou a sua semana — em qualquer momento em que você estiver ouvindo esse som!”, disse o artista, ao vivo.

Confira o papo com Skullwell:

Parceria com os caras do Promise Land e lançamento pela HEXAGON, a gravadora do Don Diablo. Você é o primeiro brasileiro a fazer isso. Aquela pergunta óbvia: o que você está sentindo?

Skullwell: Tenho que me beliscar às vezes para ver se tudo isso é real. Ser o primeiro brasileiro a lançar na gravadora do mestre Don Diablo e ainda em uma big collab com dois ídolos? Isso chega a ser surreal para mim! Estou em êxtase, feliz demais por realizar este feito!

Como foi o contato com o Promise Land e como vocês desenvolveram o trabalho?

Skullwell: Tudo aconteceu muito rápido! Eu conhecia uma pessoa, que conhecia eles, e quando vi já estávamos trabalhando na “My My My”. Foi uma experiência incrível, não sabia se conversava com eles como produtor musical ou como um fã do trabalho deles. Uma sensação meio indescritível (risos).

Por que a escolha da track de Armand van Helden?

Skullwell: Meu primeiro contato com a música eletrônica foi quando eu tinha por volta de oito ou nove anos de idade, e lembro que a “My My My” foi uma das primeiras tracks que me fizeram me apaixonar pela dance music. Daí a inspiração!

A original é de 2006, apenas 13 anos atrás, e já é um clássico. O que vocês trouxeram de novo para a música?

Skullwell: O vocal da música é sensacional, marcante demais. Tentamos deixar o máximo da essência da track original, e trouxemos uma vibe mais verão para a música. Algo que as pessoas possam ouvir dando sorrisos, com um solzão estralando e uma cerveja bem gelada na mão. Acho que deu para entender, né? (Risos).

A original de Armand van Helden

Você é um artista jovem, apenas 21 anos, mas tem um projeto que não começou ontem. Quais são os próximos passos? O que você planeja e espera do futuro?

Skullwell: Acredito muito na lei do universo, e que tudo que você emana, ele se encarrega de te trazer de volta. E para os próximos passos, quero continuar fazendo um som gringo, que funcione no mundo inteiro. Lançar em mais gravadoras de renome mundial que sempre quis lançar, e — por que não? — viajar o mundo com minha música. Tenho 21 anos, e estou vivendo meus sonhos. Quero alcançar todos os meus objetivos, e ser reconhecido mundialmente. Persistência é a palavra que carrego comigo!

Gringos miram o Brasil

Skullwell

Skullwell chamou atenção do duo italiano Promise Land, e a colaboração saiu do papel via Skype. Nazario Pelusi e Fabio Ranucci estão felizes com a repercussão e também trocaram uma ideia com a gente. “Um amigo em comum nos apresentou para o Pedro. Após algumas diferentes demos, focamos na produção de ‘My My My’. Sabíamos, desde o princípio, que não seria fácil trabalhar numa música como essa. Mas quatro meses depois, achamos o som!”, contou Nazario.

Com o lançamento da collab, o Promise Land planeja a turnê que fará pelo Brasil em 2020. “Fizemos algumas tours pelo Brasil e notamos o quanto os brasileiros amam música eletrônica. Fomos sempre muito bem recebidos! Estaremos de volta em julho e setembro de 2020 — divulgaremos mais informações em breve”, finaliza.

Don Diablo tocando “My My My” na Freaknight, em Seattle

LEIA TAMBÉM:

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer aprender a produzir a sua própria música?

Compre agora o curso Make Music Now com 10% de desconto na inscrição e soundbank do Studio Tronnic para Sylenth1 grátis!.
ADVERTISEMENT

PHOUSE MUSIC
SPOTLIGHT