Connect with us
Green Valley Dez. Full
GV – ELROW
Go Festivals – Tomorrowland Winter Full
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

Descubra seus 20 lançamentos favoritos de 2017 da Spinnin’ Records

Phouse Staff

Publicado em

20/12/2017 - 16:09
Spinnin playlist 2017
Em parceria pioneira com o Spotify, o selo lançou uma ferramenta que monta playlists personalizadas, baseadas no seu gosto musical

Em integração com o Spotify, a Spinnin’ lançou a “Spinnin’ Records Best of 2017”, uma nova ferramenta na qual os fãs podem receber playlists personalizadas com o que provavelmente seriam seus lançamentos de 2017 favoritos do selo.

A partir da tecnologia API — que o Spotify já possui em seu sistema para sugerir músicas similares ao que você escuta —, a nova ferramenta analisa as músicas mais ouvidas da sua conta na plataforma para montar quais os 20 lançamentos do ano da Spinnin’ que você mais deve curtir, baseados em suas preferências musicais.

A inteligência artificial consegue detectar elementos como o BPM, a energia, os tons e os tipos de instrumentos de cada música, conseguindo assim identificar sons similares com mais propriedade.

Como a label teve mais de 500 lançamentos em 2017, a abrangência de gêneros também é grande, variando entre estilos como pop, latin house, tech house, trance e até o brazilian bass.

Dopping virtual: como a compra de plays prejudica o mercado da música

O chefe de estratégias digitais da Spinnin’, Meindert Kennis, falou sobre o aplicativo via assessoria de imprensa: “Hoje em dia, um selo gira em torno de curadoria musical. Essas playlists personalizadas nos permitem fazer a curadoria de nosso próprio conteúdo diretamente na experiência auditiva das pessoas. Não é só uma grande retrospectiva de 2017, mas também uma maneira de apresentar a nossa música para um novo público”.

+ Confira a sua lista de músicas e artistas mais ouvidos no Spotify

Para usar o aplicativo, basta acessar o spinnin2017.com, fazer o cadastro com sua conta do Spotify e aguardar cerca de três minutos para receber sua playlist personalizada por e-mail — e então conferir se as recomendações realmente casam com seu gosto musical.

LEIA TAMBÉM:

Spotify divulga lista das 30 mais ouvidas no verão americano e no mundo

Warner compra Spinnin’ Records em acordo multimilionário

Spinnin’ Records lança plataforma para projetar novos artistas

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL
[fbcomments]

Notícia

Com novo single, Chainsmokers completam seu segundo álbum

Disco é formado pelos dez singles lançados durante o ano

Phouse Staff

Publicado há

Sick Boy
Foto: Reprodução

Com Winona Oak, os Chainsmokers lançaram “Hope”, single que fechou o pacote dos dez lançados entre janeiro e dezembro, totalizando no álbum Sick Boy, sucessor de Memories… Do Not Open, de abril do ano passado. 

Sick Boy, portanto, traz todos essas canções que o duo vinha lançando mensalmente (com excessão de maio e junho), como “Beach House”“This Feeling”, “Siren”, “Save Yourself”“Somebody” e “Side Effects” — músicas que ainda carregam participações especiais de Emily Warren, Kelsea Ballerini, Aazar e NGHTMARE.

O disco apresenta um Chainsmokers levemente diferente, experimentando com outras texturas e sonoridades: ainda há muito do piano-pop do primeiro álbum, mas também aventuras pela bass music e saudações à house clássicaSick Boy pode ser conferido na íntegra no player abaixo.

 

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre os Chainsmokers

Continue Lendo

Notícia

Öwnboss explica como surgiu “Tell Me”, collab com Cevith e SPECT3R

Música foi lançada na última sexta-feira, via Liboo

Phouse Staff

Publicado há

Öwnboss
Foto: Divulgação

Tudo começou quando Eduardo Zaniolo e Mário Camargo, do Öwnboss, receberam um e-mail do jovem produtor campinense Cevith. O mail trazia o “exoesqueleto” de uma música, apenas com os acordes de guitarra de Cevith, complementados com a voz de Ana Luísa e o violão de Júlio César — irmão e irmã que formam o duo mineiro SPECT3R.

A partir daí, o Öwnboss não pensou duas vezes em aceitar o convite para trabalhar naquela base, e se inspirou para abrilhantar a canção com o seu toque electropop. Foi assim que surgiu “Tell Me”, single colorido, na pegada do verão, lançado nessa última sexta-feira (14), pela Liboo/Universal Music.

 

Foi o próprio Eduardo quem contou essa história pra Phouse. “O Cevith nos disse que achava o som a nossa cara, e que sempre que a gente trabalha em cima de uma track, mantemos a essência dela, sem deixar nada fora de harmonia. E a gente tem essa característica mesmo: quando produzimos um remix ou um som original, fazemos algo bem suave, com timbres bem harmônicos”, revela o artista do Öwnboss.

“Acabamos caindo num timbre de baixo Sylenth, que nos levou a fazer a sequência das notas tipo aqueles punk rocks californianos dos anos 2000, como o Blink 182“, continua. “Fizemos a base dela inteira e reenviamos pro SPECT3R e pro Cevith, que acharam o clap parecido com o de ‘Blue Monday’, e trabalharam em cima dela pra finalizar. E aí chegamos no resultado final, que foge um pouco do que tá sendo lançado hoje em dia, que tá um pouco genérico, né?”

“Tentamos fazer algo mais original. É o tipo de música que sempre que a gente tocar, vai dar aquele sentimento bom, de festa. O vocal e a guitarra são muito emocionantes”, conclui Eduardo.

LEIA TAMBÉM:

RADIØMATIK e Öwnboss lançam remix para clássico da eletrônica brasileira 

20 artistas do mainstream nacional para ficar de olho em 2018 

Entrevista exclusiva com Öwnboss, projeto em ascensão na cena eletrônica brasileira

Continue Lendo

Notícia

House music de Detroit é a homenageada da vez pela Big Beat Records

Série “Ignition” relembra locais históricos da música eletrônica

Phouse Staff

Publicado há

Big Beat
Vanilla Ace é um dos destaques da coletânea. Foto: Reprodução

Famosa por lançar discos de artistas como Porter Robinson, Chromeo, Galantis, The Knocks, Knife Party, Skrillex, Rudimental e até David Guetta, a americana Big Beat Records tem levado seu público para dar uma voltinha ao redor do mundo. Em sua série intitulada “Big Beat Ignition”, a label presta uma homenagem a diversos locais do globo que tiveram uma participação importante no cenário musical, como foi o caso de Paris, Amsterdã e Ibiza.

Agora, quem recebeu atenção especial foi Detroit, a cidade famosa por ser um dos berços do techno. O disco, entretanto, foca em homenagear a house music, contando com faixas de artistas como Vanilla Ace, Siege, Nico Cabeza e Jimmy Edgar. “Se Chicago foi onde a house nasceu, podemos dizer que Detroit é onde ela se criou, ou pelo menos onde teve uma importante parada no seu caminho”, diz o release do disco. “Na mais nova série da ‘Big Beat:Ignition’, em que homenageamos cidades influentes da cultura clubber mundo afora, tentamos capturar o espírito da ‘Motor City’ com vários sons house, techno e tech house.”

 

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre Detroit

Continue Lendo

Publicidade

Green Valley – 300×250
Go Festivals – Tomorrowland 300×250
Sundance (300×250)

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse

Sundance Pop Up