Saiba mais sobre o HOLOSPHERE, novo live de Eric Prydz

Com 2,4 milhões de LEDs, o projeto será inaugurado no Tomorrowland

Você já deve ter visto alguns vídeos dos palcos e efeitos visuais extraordinários que Eric Prydz cria em suas apresentações, mas seu melhor e mais ambicioso projeto, EPIC 6.0: HOLOSPHERE, deve ganhar vida nos próximos dias. 

Como já havíamos explicado aqui, o live irá estrear no Tomorrowland, onde Prydz tocará dentro de um globo brilhante gigantesco de oito metros de largura, feito com cerca de 2,4 milhões LEDs transparentes. Tenha uma ideia no vídeo abaixo:

Como o artista explicou mais recentemente ao The Verge, o HOLOSPHERE terá telões imensos ao fundo e 500 luminárias controláveis, agregando ainda mais cores e, claro, energia ao show. Dependendo da intensidade de iluminação da esfera, Eric Prydz poderá ser visto dentro ou mesmo sumir em alguns momentos.

Eric e sua equipe vinham trabalhando no projeto há mais ou menos dois anos, e apesar de ter dito que perdeu centenas de milhares de dólares com outras versões do EPIC, ele defende que a oportunidade de oferecer uma experiência com tecnologia que nenhum outro DJ está realizando, importa mais que o lucro. 

Na reportagem para o Verge, Prydz ainda lamentou não poder assistir ao próprio espetáculo fornecido por ele: “Uma das piores coisas em fazer esses shows é que a única pessoa que faz tudo isso não pode vê-lo… Às vezes eu gostaria de estar no meio da multidão”.

O primeiro EPIC — que além de significar “épico” é também uma abreviação de “Eric Prydz In Concert” — foi criado em 2011 e, com o tempo, tornou-se conhecido por todos pela experiência multissensorial transmitida através de muitos lasers, enormes painéis de LED e efeitos holográficos colossais e hiper-realistas.

  • Patrocinado: Clique aqui para inscrever-se no Burn Residency 2019 e ter a oportunidade de alavancar a sua carreira.

“Worlds 2019”: Assista à performance especial de Porter Robinson no Second Sky

Produtor voltou a apresentar seu clássico show depois de dois anos

Nesse final de semana, Porter Robinson debutou seu festival Second Sky na Califórnia, e, além de promover sua recém-criada fundação de combate ao câncer na África, mandou uma performance muito especial, voltando a apresentar seu famoso live audiovisual de Worlds depois de dois anos.

Como o primeiro dia do evento teve transmissão ao vivo na web, o usuário do YouTube Pending Dream aproveitou para pegar o show de Robinson e subir na íntegra em sua conta. Você pode conferir o vídeo no player abaixo.

+ LEIA TAMBÉM: Perto do seu festival, Porter Robinson cria ONG para combater câncer na África

Assista ao show de Eric Prydz no Creamfields London Steel Yard

Fã gravou as duas horas da última apresentação do HOLO, que rolou em Londres nesse final de semana

Prestes a debutar seu novo projeto audiovisual da vez — o VOID, como você leu aqui —, Eric Prydz teve novamente uma apresentação do HOLO gravada na íntegra por um fã.

O vídeo, publicado por Julien Tournadre, mostra o último show do artista, realizado no sábado, no Finsbury Park, em Londres, pelo Creamfields London Steel Yard. São duas horas de registro feito a partir de uma posição privilegiada, com qualidade relativamente boa para uma filmagem caseira — apesar dos problemas com a oscilação do volume.

Assista:

Tracklist:

Pryda – WOWOW
Pryda – HOLO 2019 ID 01
Pryda – The End Is Just The Beginning
Eric Prydz – Moody Monday’s (Dub)
Pryda – Beats1 015 ID 01
Pryda – Inspiration
Cirez D – HOLO 2019 ID 01
Pryda – Seadweller
Pryda – Beats1 015 ID 01
Pryda – TID
Pryda – EPIC Radio 024 ID 02
Pryda – Sweet Genesis
Eric Prydz – NOPUS
Pryda – Terminal 5 ID 01
Cristoph, Camelphat feat. Jem Cooke – Breathe (Eric Prydz Remix)
Pryda – Power Drive (EPIC 2.0 Bauerpost Edit)
Cirez D – The Glitch
Cirez D – Glow
Pryda – Villa Mercedes 2009 ID
Pryda – Lillo
Pryda – You (Interlude) w/ Pjanoo
Eric Prydz – Every Day

+ Eric Prydz anuncia novo live audiovisual: VOID

Eric Prydz anuncia novo live audiovisual: VOID

Artista promove mais um projeto inédito para seu show no Creamfields Steel Yard

Um novo live por ano. Esta tem sido a tônica recente de Eric Prydz, que mal realizou apresentações do seu projeto debutado em 2018, HOLO, e já tem uma nova carta na manga: VOID.

O anúncio foi feito nas redes sociais do artista, promovendo a estreia para o show na edição principal do Creamfields, que rola em Daresbury no final de agosto. O teaser, que traz um buraco negro se formando no universo, não entrega muito de como será o show, deixando os fãs na expectativa.

VOID, que significa “vazio”, em inglês, é também usado por Prydz como anagrama para “Visual Offset Isometric Design” (algo como “design isométrico com offset visual”).

Sem entrar em detalhes sobre sua saúde, a publicação é a primeira do músico desde que cancelou de última hora suas apresentações em Miami por motivos médicos.

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Eric Prydz

Underworld lança plataforma multimídia

Primeiro episódio da “Drift” mistura acid house e corrida de carros

O novo projeto do Underworld vem ao mundo com uma trama envolvente na internet. Com a criação de uma própria plataforma multimídia, chamada “Drift”, a icônica banda britânica promete trazer semanalmente novo material (músicas, vídeos…) em formato inédito e transmídia. Como eles explicam no site, trata-se de uma série que resulta da experiência de um ano em uma “épica road trip”.

A primeira parte, intitulada “Another Silent Way”, está disponível agora no site e, não restrita, espalha-se em todas as plataformas digitais: um acid house estridente que remete aos bons tempos de carreira do projeto, no final dos anos 1980. Mas de antigo o material não tem nada; da roupagem da plástica do som ao roteiro de conteúdo, estamos vendo um case moderno, no qual o vídeo que acompanha a música traz — sim, isto mesmo — uma corrida de drift, filmada no Rockingham Speedway, em Corby, Inglaterra.

O clipe foi dirigido por Simon Taylor, líder do coletivo audiovisual Tomato, que vive trabalhando com os britânicos, como no material de “Diamond Jigsaw”, de 2010, e na mais recente “Brilliant Yes That Would Be”. A próxima tacada da ação está prometida para esta quinta-feira, 08, e até lá já vai ganhando adeptos conforme o primeiro ato está viralizando.

  

+ Assista a um trecho do Underworld quebrando tudo em Berlim

Redu X – Between The Lines (Original Mix)

Hoje lançamos pela Phouse Tracks a música “Between The Lines”, um deep house produzido pelo DJ e produtor Redu X. Segundo o artista, ao produzir e criar essa track uma grande carga emocional foi depositada, já que ele enfrentava momentos de dificuldades familiares e profissionais. O produtor deu ênfase à parte melódica, com synths que marcam sua progressão — uma característica percebida por ele em outros artistas do gênero.

“Between The Lines” está agora disponível para free download no Artist Union, no nosso SoundCloud e no Spotify. Você também pode acessar o lyric video no YouTube.

Redu X é o projeto de Daniel de Oliveira Filho, que teve início em março de 2017. Depois de uma infância e adolescência voltada ao rock, acabou se encantando pela música eletrônica. Antes de produzir, entretanto, o rapaz se firmou como artista audiovisual, cobrindo diversos eventos de dance music no Brasil e no exterior, como Kaballah, Tribe, EDC Brasil Ultra Brasil. Com Vintage Culture, Daniel trabalhou como membro da equipe Acqua Films, do conhecido Struder, acompanhando o artista por trás das câmeras desde o On The Road #04 e dirigindo a fotografia dos clipes “Eyes” e “Hollywood”.

O convívio com ele e outros nomes, como Chemical Surf, Future ClassVictor Ruiz & Any Mello, despertou sua curiosidade em produzir. Aos 23 anos, Daniel conheceu um grande admirador de seu trabalho audiovisual, que posteriormente se tornou um grande amigo e mentor: o DJ e produtor Murillo Tavares. Infelizmente, aos 22 anos, Murillo faleceu após luta contra o câncer, deixando seus ensinamentos como parte de sua memória.

Hoje, o artista divide seu trabalho audiovisual com o projeto Redu X, que traz influências de gêneros como deep house, tech house e techno melódico. Em um ano, já dividiu cabine com Gabe, Gui Boratto, Alex Stein, Gustavo Mota, Bruno Furlan, Junior_C, Petrix, KVSH, Vokker, Zelig RDT, entre outros DJs.

Siga e ouça também a nossa playlist de deep house e low bpm feita pelo RADIØMATIK:

Em Glasgow, Eric Prydz impressiona com seu novo live, HOLO

Cenografia explora recursos holográfico como em EPIC
* Atualizado em 07/06/2018, às 16h45

ATUALIZAÇÃO: O canal JULIEN TOURNADRE TUTORIELS publicou no YouTube um vídeo em HD da performance inteira de Prydz na Arena. Veja abaixo:

Eric Prydz é Eric Prydz, e sempre dá um jeito de se superar a cada live show. Com HOLO, seu novo projeto audiovisual, não foi diferente. O sueco se apresentou na Braehead Arena, em Glasgow, Escócia, nesse último final de semana, e enfim estreiou a nova performance audiovisual, que tirou o fôlego dos fãs. Com efeitos de holograma de tirar o fôlego, o show fez parte da turnê HOLO, que está prevista ainda para Belfast, na Irlanda do Norte (dia 30), e no festival britânico Creamfields (26 de agosto).

Quem assistiu às versões EPIC 4.0 e EPIC 5.0 já tem uma boa noção do que esperar da nova apresentação. Com o HOLO, a principal diferença é que os hologramas estão em cima de Eric, dando a impressão de ele estar dentro das imagens. Esses hologramas já foram utilizados nos lives anteriores, porém, agora aparecem em versão mais intimista, com o músico ao centro.

Diversos fãs gravaram vídeos, e é impressionante mesmo nessas gravações caseiras. Recomendamos que ative a qualidade HD e aumente o som pra conferir as pérolas.

Louco, né? Agora imagina ao vivo!

LEIA TAMBÉM:

Eric Prydz solta novo teaser do HOLO

Eric Prydz lança o HOLO, seu novo projeto audiovisual

Eric Prydz lança gravação do EPIC 5.0 com tracklist

Eric Prydz solta novo teaser de seu novo projeto audiovisual

Sucessor do EPIC 5.0, o HOLO tem três datas marcadas no Reino Unido

O “mago dos audiovisuais” Eric Prydz deu mais uma palinha de seu novo live, o HOLO, neste final de semana. O produtor publicou no Instagram um vídeo curto apresentando a sua famosa representação em formato helicoidal numa nova proposta estética, maior e mais tridimensional.

+ CLIQUE AQUI para saber mais e assistir ao trailer do HOLO

Sucessor do EPIC 5.0 e baseado em hologramas, o HOLO estreia no dia 02 de junho, na Braehead Arena, em Glasgow, Escócia. Outras duas datas estão previstas: 30 de junho, no Belsonic Ormeau Park, em Belfast, Irlanda do Norte; e 26 de agosto, no último dia do festival Creamfields, na Inglaterra.

HOLO – testing a classic!

A post shared by Eric Prydz (@ericprydz) on

Arte eletrônica em Porto Alegre; começa hoje o 3º Festival Kino Beat

Começa hoje em Porto Alegre o 3º Festival Kino Beataquele evento que abrange o conceito de arte eletrônica, misturando música avançada e experimental, tecnologia, projeções de vídeo, entre outros. A crise econômica e política pela qual passa o Brasil atrapalhou o orçamento pra este ano — o evento é bancado pelo Sesc, todo gratuito para o público —, mas mesmo assim o produtor Gabriel Cevallos conseguiu dar um jeito de fazê-lo maior, com mais atrações internacionais, performances e locais do que nas edições anteriores. Ele voltou recentemente inspirado de uma viagem pelo norte da Europa, onde visitou diversos festivais para absorver referências.

O paulistano Matheus Leston retorna ao Festival Kino Beat com sua nova performance audiovisual: Menos

Serão mais de dez artistas se apresentando em sete eventos, em cinco datas e cinco locais diferentes. De cara, uma diferença notável é o rumo que o 3º FKB toma em relação a seu conceito, focando menos em música e mais em performance/teatro/dança e até mesmo academicismo. Hoje, por exemplo, o Kino abre a partir das 19h, com o espetáculo Forças, e depois dá sequência com a performance A Festa Profunda. Amanhã teremos dois artistas audiovisuais suecos — Moon Wheel e Quiltland — no Theatro São Pedro, enquanto no dia 07 será a vez da performance Three Dreams, que traz um formato inédito para o FKB: a dança, com a japonesa Junko Wada acompanhada pela música e luz executados ao vivo pelo alemão Hans Peter Kahn.

Pra contrastar e não deixar a veia clubber morrer, teremos live da fluminense/paulistana Érica Alves, aluna da próxima turma da Red Bull Music Academy e integrante do trio The Drone Lovers, com Zopelar e Davis; a Érica abre uma exposição de arte sobre cultura de pista na Galeria Ecarta, no dia 07, e depois, mais tarde no mesmo dia se junta à trupe do coletivo de festa de rua Arruaça. Ainda dentro do conceito de cultura DJ, o encerramento do Festival se dará com uma balada à tarde, no domingo, com ninguém menos que o DJ holandês Tom Trago como atração — isso depois do live cinema do francês Vincent Moon. Um dia antes, teremos espetáculos audiovisuais do também francês Alex Augier e do paulistano Matheus Leston, que já havia trazido sua fantástica Orquestra Vermelha na 1ª edição do FKB, em 2014; o rapaz, desta vez, apresenta seu novo ato Menos, em que um computador controla e sincroniza áudio e um sistema de iluminação ao seu redor.

A produtora e cantora fluminense Érica Alves, da Red Bull Music Academy e do trio The Drone Lovers, manda dois lives no dia 07

Confira a programação completa abaixo, clicando em cada link pra sacar melhor sobre cada ato do Festival Kino Beat:

05/10, 19h: Grupo Medula lança o espetáculo Forças @ Teatro do Sesc

05/10, 20h30: A Festa Profunda @ Galeria Península

06/10, 21h: Suecos [Quiltland e Moon Wheel + Eduardo Taborda (RS)] no Theatro São Pedro

07/10, 19h: Three Dreams [Alemanha/Japão] @ Instituto Goethe

07/10, 19h30: Abertura da exposição THE DANCE PARTY: A cultura das pistas de dança como forma de arte [live de Érica Alves (SP)] @ Galeria Ecarta

08/10, 16h30: A Festa Profunda @ Galeria Península [reprise]

08/10, 19h: Som x Luz x Videomapping [Alex Augier (FRA) apresenta oqpoo_oooo; Matheus Leston (SP) apresenta Menos] @ Teatro do Sesc

09/10, 18h: Vincent Moon [França] et/errances @ Teatro do Sesc

09/10, 19h30: OFF Kino Beat com Tom Trago [Holanda] @ Ocidente

Um gif com filmagens da L&M em Porto Alegre [a primeira rave feita no Brasil, que também passou por São Paulo e Belo Horizonte, como você pode ver no doc acima] será retransmitido na exposição THE DANCE PARTY

Como de praxe, no LOFT55 estamos fazendo a cobertura oficial do evento, e você pode ler três publicações que já saíram até o momento: uma entrevista com o Cevallos, trazendo todos os detalhes deste 3º FKB; outra com a Érica Alves, que falou comigo sobre sua expectativa pra sua primeira gig em POA, mas sobretudo sobre a luta feminista na cena clubber, em que ela é figura fundamental; e a matéria sobre a exposição THE DANCE PARTY: A cultura das pistas de dança como forma de arte, que traz obras de artistas nacionais e internacionais — entre vídeo, música, texto, escultura, instalação e performance — que promovem uma reflexão maior sobre a importância sociocultural e política da cultura de pista; ainda haverá também, ao fechamento da expo, no dia 12 de novembro, um seminário chamado A Teoria da Festa.

Leia também:

Entre 06 e 09 de agosto, Porto Alegre recebe o festival de arte eletrônica Kino Beat

A coletânea KBEATS traz um mapa da música eletrônica independente do Rio Grande do Sul

Escute o segundo volume da KBEATS, a coletânea de música eletrônica independente do Rio Grande do Sul