Novo filme sobre as origens do techno está em campanha por financiamento

“God Said Give ‘Em Drum Machines” promete trazer depoimentos das lendas de Detroit

Estudar a história do techno é mergulhar na Detroit dos anos 1980, e até hoje diferentes abordagens já revelaram segredos do movimento cultural que deu origem ao som que se tornou tão popular nos dias de hoje. Esta é a proposta do novo documentário God Said Give ‘Em Drum Machines, que está em campanha de financiamento coletivo para sair em 2019.

Trazendo depoimentos dos pioneiros Juan Atkins, Kevin Saunderson, Derrick May, Eddie Fowlkes, Blake Baxter e Santonio Echols, o filme promete relatar “a comunidade afro-americana que criou o techno e como o negócio da música os traiu”, segundo a breve sinapse do doc.

Faltando 20 dias pra encerrar a campanha do Kickstarter, pouco mais de sete mil dólares foram arrecadados, da meta total de 30 mil. Como de praxe nesse modelo de crowdfunding, há diversos pacotes, dos mais básicos (cinco dólares) aos mais arrojados (dez mil dólares), que dão bonificações como mixtapes, zines e livros e vinis raros autografados.

Você pode conferir todos os detalhes do projeto, incluindo um vídeo de apresentação, a partir da página no Kickstarter.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre techno

Amsterdam Dance Event revela primeiros artistas para 2018

O evento espera reunir até 400 mil pessoas

Maior conferência mundial de festivais e negócios para música eletrônica, o Amsterdam Dance Event anunciou a primeira seleção de artistas para 2018. A lista é grande, já que a programação de eventos inclui baladas e eventos em mais de cem lugares.

Entre os nomes já divulgados estão Bonobo, Charlotte de Witte, Ben Klock, Chris Liebing, Jeff Mills, Derrick May, Joseph Capriati, Laurent Garnier, Solomun, Martin Garrix, David Guetta, Hardwell, Nicky Romero, Paul Oakenfold, Nina Kraviz, Luciano, Orbital, Claptone, Peggy Gou, Dubfire, Dixon, DJ Koze, Helena Hauff, Floating Ponts, Sven Väth, Tom Trago, Leon Vynehall, Maya Jane Coles e Richie Hawtin. Confira a lista:

ADE 2018

Nesta 23ª edição, os organizadores esperam receber um número recorde de 400 mil visitantes. Programado para outubro, o encontro oferece arte, cinema e fotografia, além, claro, de muita música, networking e conversas sobre as últimas tendências do mercado.

O Amsterdam Dance Event 2018 engloba vários locais, assim como programações simultâneas, mas a maioria dos painéis e palestras acontecem pelo segundo ano no Teatro Nieuwe DeLaMar, entre 17 e 21 de outubro.

+ Amsterdam Music Festival terá novo B2B inédito entre estrelas da EDM

Outdoor em Detroit lembra papel da cidade para o nascimento do techno

O anúncio faz parte da campanha publicitária do Movement 2018 

Um novo outdoor em Detroit relembra o papel fundamental da cidade para o surgimento do techno. “Detroit é o berço da música techno”, diz o anúncio que fica logo acima do Russell Industrial Center, na Clay Avenue.

Na verdade, trata-se de mais uma peça publicitária do Movement, um dos principais festivais de techno do mundo, que rola anualmente na cidade. No canto inferior direito, é possível observar o logotipo do festival. O outdoor anterior fazia uma propaganda mais direta do evento, e agora foi substituído por este, que homenageia as raízes do gênero na cidade, conforme destacou o jornal local Metro Times.

Outdoor Detroit
Foto: James West/Reprodução

O Movement deste ano rola entre os dias 26 e 29 de maio, trazendo nomes como Claude VonStroke, Nina Kraviz, Marcel Dettmann, Loco Dice, The Martinez Brothers, Kevin Saunderson — um dos fundadores do techno, ao lado de Juan Atkins e Derrick May —, Ellen Allien, Carl Craig, Aurora Halal, John Digweed, Joseph Capriati, Dubfire, Modeselektor, Anthony Parasole, Luciano, Helena Hauff, Justin Martin, Tiga, Nastia, Laurent Garnier, Delano Smith, Diplo, BADBADNOTGOOD e Wu Tang Clan.

LEIA TAMBÉM:

Prefeito de Detroit discute fomentar a vida noturna da “capital do techno”

Semana oficial do techno: Movement 2017 rola a partir de sábado em Detroit

O pioneiro do techno Juan Atkins acusou um ranking de DJs de racismo

Lenda do techno se apresenta com a Orquestra Sinfônica de Detroit

Lançamento de peso: confira novo disco de remixes para single do Depeche Mode

A clássica banda britânica Depeche Mode lançou na última semana um disco de remixes para “Going Backwards”. São 14 faixas, 12 correspondentes ao single em questão, mais um remix para “Poison Heart” e outro para “You Move” — todas músicas do último álbum de estúdio da banda, Spirit.

+ Confira uma demo rara do Depeche Mode antes de se chamar Depeche Mode

Entre os artistas convidados para a empreitada estão grandes nomes: Solomun, The Belleville Three (trio formado pelos pioneiros do techno, Juan Atkins, Derrick May e Kevin Saunderson), Maya Jane Coles, Chris Liebing, Latroit, Point Point e Soulsavers, além da versão original.

A junção da sonoridade clássica do Depeche Mode com a visão futurística e eletrônica dos artistas que os remixaram fazem deste EP um lançamento de peso, com ícones da música mundial.

+ Às vésperas do novo álbum, Depeche Mode lança videoclipe

+ Solomun remixa Jamiroquai

Uma sexta feira histórica para Florianópolis: A lenda do Techno Derrick May estreia no Terraza Music Park

É hoje! Ninguém mais ninguém menos que Derrick May aterrissa na pista mais democrática de Floripa para um set de três horas que promete ser no mínimo épico.  A capital catarinense é coroada pela vinda de uma figura mítica por sua revolução na música eletrônica nos últimos anos, que passa principalmente pelo club de Jurerê Internacional. A construção de um cenário underground que mistura o espirito jovem e universitário com a linha fortemente turística de uma das melhores cidades do país para se viver.

Derrick dispensa apresentações, porém vale destacar conforme foi exposto na página do evento no facebook que:

‘’Se há um nome que surge constantemente quando o assunto é techno, é o de Derrick “Mayday” May. Ao lado de Juan Atkins, Carl Craig e Kevin Saunderson, May é considerado como um dos reis do som de Detroit. Inspirado por Yello e Kraftwerk, ele começou a fazer música electrónica com Atkins e Saunderson, enquanto estudavam juntos em Belleville High, Detroit nos anos 80. Gravando tanto como Mayday ou como Rhythim Rhythim (ocasionalmente em conjunto com Carl Craig) e, geralmente, com a sua própria label “TRANSMAT Records”, May passou a esculpir uma nova veia na dance music que sintetizou os avanços do movimento electro com o final desafiador do movimento House – uma música que ficou conhecida como “techno”.

O line-up é composto pelo residente Kosmo abrindo a noite, seguido por Derrick até as 5 horas da manhã, e fechando a noite, a responsabilidade foi depositada em Bernardo Ziembik, DJ catarinense que vem em um crescente impressionante.

Na segunda pista, estrategicamente chama de ‘’Inferninho’’, por usa ambiência intimista, escura e de aproximação corporal, quem assina a curadoria é um dos núcleos independentes mais conceituados do estado, em Itajaí o detroitbr se tornou um coletivo de pessoas da região e estados vizinhos que se reúnem periodicamente e realizam eventos e projetos que visam disseminar a arte contemporânea e a música eletrônica, em especial o Techno.

Vale destacar o encerramento deste espaço pelo DJ e produtor André Anttony, uma das promessas mais interessantes do Sul do país.  

Confira abaixo os horários: