Nicky Romero é atração do Federal Music 2019; relembre alguns sucessos

Astro da EDM volta ao festival brasiliense depois de quatro anos

Se você, assim como nós, está ansioso para o Federal Music, tradicional festival de música eletrônica de Brasília, aqui vai um bom #TBT para viajar no tempo e relembrar alguns dos sucessos do holandês Nicky Romero, que é uma das atrações do festival — que rola no dia 11 de outubro, em local ainda não revelado.

Para quem tem boa memória, essa não é a primeira vez que o DJ se apresenta em Brasília — muito menos no Federal Music, onde tem um público muito fiel ao seu som. O holandês foi headliner de edição memorável do festival em 2015, quando estava no auge máximo de sua carreira, com sucessos como “I Could Be The One”, com nosso eterno Avicii, e “Let Me Feel”, com Vicetone.

+ LEIA TAMBÉM: 9 anos de Federal Music: a trajetória do festival em 9 imagens

Antes de listar as tracks do Nicky Romero, vocês podem conferir logo abaixo também como foi o festival em 2015, em um arquivo da Phouse TV, que esteve presente e registrou belas cenas às margens do Lago do Paranoá. Vale destacar também que nos últimos anos o Federal Music passou por um processo de reestruturação, que resultou em grandes mudanças em suas edições posteriores — tanto no lineup, como também em cenografia e posicionamento de marca.

Agora que você já conheceu um pouco do festival, ou matou a saudade do que viveu por lá, vamos a algumas músicas que marcaram a história do holandês Nicky Romero. Pra começar, nada melhor que o hit em parceria com Avicii:

* Luckas Wagg é CEO da Phouse.

9 anos de Federal Music: a trajetória do festival em 9 imagens

Uma viagem pela história do famoso evento brasiliense; nova edição rola em outubro

Foto: CB Fotografia/Divulgação

Sediado há nove anos em Brasília, o Federal Music é um dos grandes festivais de música eletrônica do Brasil com uma boa história pra contar. Em 2019, o evento chega a seu nono ano, trazendo o reino fantástico submarino de OMNIA como tema.

Antes, convidamos os sócios Raul Mendes e Rafael Freire para desenharem uma retrospectiva dessa rica história. Bóra embarcar nessa viagem?

1 – O nascimento, com Armin van Buuren (2011)

Foto: Divulgação

O Federal Music nasce com a vontade de fazer de Brasília um polo fomentador da música eletrônica no Brasil. Começamos o projeto com o então eleito melhor DJ do mundo pela 4ª vez consecutiva, Armin van Buuren, em 2011.

2 – Steve Angello, no auge do Swedish House Mafia (2012)

Foto: Divulgação

O evento foi um sucesso de crítica e público e retornou em 2012 com Steve Angello, astro do Swedish House Mafia, que estava em seu auge.

3 – Fim do primeiro capítulo com Above & Beyond (2013)

Foto: Divulgação

Com a cena eletrônica em ebulição, o Federal Music ganhou seu último episódio como festa antes de se tornar festival. A versão de inverno do evento trouxe o trio Above & Beyond recebendo um público aproximado de dez mil pessoas. O próximo passo era tornar-se um evento grande.

4 – A virada de página (2014)

Foto: Divulgação

Em 2014, na primeira edição open air e com dois palcos, recebemos os nomes do momento no auge da EDM: Martin Garrix, que depois vem a ocupar o posto de número um do mundo, DVBBS, donos do hit mundial “Tsunami”, e Showtek, que acabara de lançar o megahit “Bad” em parceria com ninguém menos que David Guetta — além da tropa de elite dos DJs brasileiros da época, entre eles o recém-debutado aos palcos mainstream, Alok.

5 – Brasil-sil-sil-sil-sil (2014)

Foto: Divulgação

No mesmo ano, com o advento da Copa do Mundo no Brasil, os anfitriões do Tomorrowland, Dimitri Vegas & Like Mike, participaram da edição especial do evento. Mais um gol de placa.

6 – Kolombo e Sonny Fodera como headliners do palco Up Club (2015)

Federal Music 2019
Foto: Divulgação

Em 2015, o festival se posiciona como um evento nacional, apresenta quatro palcos e mais de 55 atrações, em um grande evento realizado às margens do lago Paranoá, em Brasília. No lineup, big names como Nicky Romero, Kolombo, Sonny Fodera, Dimitri Vangelis & Wyman e Third Party, e os gigantes em crescimento da cena brasileira, como Vintage Culture, Alok e ILLUSIONIZE.

7 – Don Diablo, pela primeira vez (2015)

Foto: Divulgação

A cereja do bolo em 2015 foi a contratação do hoje top 10 do mundo Don Diablo para a festa de lançamento do festival, realizada em abril daquele ano.

7 – Hardwell vestindo a camisa (2016)

Federal Music 2019
Foto: Filipe Miranda/Divulgação

2016 continua sendo um ano de afirmação para o Federal Music, a despeito da grande crise que aplacava o país e a alta imparável do dólar. Hardwell era o nome mais pedido entre os fãs do festival, e a produção não mediu esforços para trazer o astro. Em um dos pontos altos da noite, o DJ recebe uma camisa oficial do festival e coloca antes mesmo de entrar no palco, levando os fãs ao delírio.

9 – Astrix, Infected Mushroom e Skazi juntos pela primeira vez em Brasília (2018)

Federal Music 2019
Foto: 2take/Divulgação

Em 2018, o Federal Music amplia seu lugar de destaque com uma cena eletrônica brasileira forte e a volta rompante do psytrance aos grandes eventos. O festival entrega mais um momento épico com Astrix, Infected Mushroom e Skazi no mesmo palco — algo que somente os grandes festivais de psytrance podem proporcionar. 

Agora em 2019, o FM promete trazer mais uma bela foto para enquadrar como décimo grande momento. Desta vez, serão três palcos divididos nas mais variadas vertentes: house music, EDM, psytrance, tech house, brazilian bass, bass house e techno. No lineup, já estão confirmados nomes como Nicky Romero, Astrix, Infected Mushroom, ILLUSIONIZE, Chapeleiro, Liu e Mandragora — e ainda há muito mais por vir.

A próxima edição do Federal Music rola em 11 de outubro, a partir das 21h, em Brasília — o local ainda não foi revelado. Neste momento, os ingressos estão no segundo lote, a partir de R$ 70,00, via Sympla.

LEIA TAMBÉM:

Menos é mais: menor, Federal Music apostou em line justo e cenário futurista

Oitava edição do festival mostrou amadurecimento da produção em Brasília

* Edição e revisão: Flávio Lerner

Na última quinta-feira, dia 11, Brasília hospedou a oitava edição do Federal Music Festival. Aterrissando em um dos cartões postais da capital, a Torre de TV Digital, o evento de 2018 apostou na atmosfera oferecida ao público. Com estrutura cenográfica exclusiva, três palcos e mais conforto, o Federal 2018 focou mais na organização. Para cerca de dez mil pessoas, a produção ofereceu um lineup justo nas 12 horas de festa, mesmo apesar de o festival ser menor do que vinha sendo nos últimos anos, quando recebeu entre 20 mil e 30 mil frequentadores.

Se você já foi a Brasília, deve ter reparado que por lá a arquitetura é levada muito a sério. Dentre os monumentos icônicos da capital, a Torre de TV Digital é um dos mais futurísticos. No estacionamento da “Flor do Cerrado”, como a torre é chamada, foi onde foi montada esta edição.

Review Federal Music
Foto: Coletivo 2takeapic/Divulgação

Logo na entrada, a estrutura de andaimes que ostentava o nome do evento,  os parceiros e os patrocinadores, recebia a galera. O prédio de 120 metros de altura, e toda sua vibe espacial estilo casa dos Jetsons, contribuiu muito para o cenário inédito. Era impossível não admirar o monumento ao passear por ali.

Nesse cenário, três palcos estavam dispostos como opção para o público: Mantra Stage, House Mag Stage BURN DJ Stage. O palco da House Mag era a única estrutura totalmente coberta; não se sabe se por motivos meteorológicos ou de acústica, mas a cobertura não parecia fazer parte da cenografia, deixando o palco com um ar de galpão.

Review Federal Music
Foto: Coletivo 2takeapic/Divulgação

Todavia, a falta de ornamentação do toldo não influenciou em nada o sucesso da pista, que trouxe alguns dos nomes brasileiros de mais destaque na cena atual. O duo Cat Dealers, o KVSH, o Liu e o FELGUK foram os que lotaram completamente a capacidade de todas as áreas do palco — pista, camarotes e lounges. Helmer B2B Invictor, Devochka, VINNE, CIC, Evokings, Jude & Frank, Skullwell & Simple Jack e Raul Mendes & Áquila fechavam o time.

Do outro lado do estacionamento ficava o Mantra Stage, cuja cenografia não decepcionou. Composto por duas estruturas separadas, um gazebo colorido na pista e um palco psicodélico ornamentado com as figuras de dois camaleões, o Mantra teve ótima aceitação — sempre cheio, desde as 21h, quando tudo começou, até as 09h do dia seguinte.

Review Federal Music
Foto: Coletivo 2takeapic/Divulgação

Também não era pra menos, já que o palco, que trazia muito psytrance, foi comandado por ninguém menos que Astrix, Infected Mushroom, Skazi, Paranormal Attack. Performances de Hi Profile B2B Vegas, Reality Test, Phaxe, Dekel, Dimitri Nakov b2b Trindade, Freakaholics e Giaco & Wizards & 32 Project se apresentaram por ali. O poder do sistema de som era tão grande que interferiu em alguns sets dos outros palcos, porém o problema foi corrigido no decorrer do festival.

Entre House Mag e Mantra, ficavam a área de alimentação, bares, banheiros, lojinha oficial e demais áreas de conveniência. Um dos pontos altos foi o bar da BURN, que oferecia drinks diferenciados a R$ 26,00 cada. Eram quatro opções servidas num dos quatro copos exclusivos do evento, limitados em quantidade, para influenciar o público a ser mais sustentável.

O que funcionou consideravelmente no número de copos descartáveis, porém não com as garrafinhas d’água, que apesar de custarem R$ 8,00 a unidade, cobriram o chão no final do evento. O número de lixeiras pareceu não ser suficiente para o público esperado, que foi de aproximadamente dez mil pessoas.

Review Federal Music
Foto: Coletivo 2takeapic/Divulgação

Não podemos esquecer do BURN DJ Stage Room, onde houve um livestream com artistas locais. Os vencedores do concurso DJ Room também tocaram lá, e a atração especial foi o DJ Morttagua. Esse palco ficava bem atrás do House Mag Stage, e talvez tenha sido o único prejudicado nessa edição. Sua localização não era tão evidente quanto os demais, e o acesso era exclusivo a quem vinha dos lounges e camarotes.

Quem curtiu a maioria das edições do Federal Music notou uma grande evolução e maturidade na produção. Mesmo com o encurtamento dos recursos devido à crise no Brasil, o Federal mostrou que é possível entregar um evento digno sem fugir do prometido e aproveitando locais incríveis e pouco explorados da capital do país.

Nayara Storquio é redatora da Phouse.

LEIA TAMBÉM:

Federal Music aposta em racionalidade e “pés no chão” para seguir bombando no Brasil

Conheça a GoFestivals, empresa que oferece pacotes para grandes festivais

“O festival vai ficar muito mais interativo”; Erick Dias fala sobre a #XXX22

Conquistando a Ásia: DJs brasileiros falam sobre o novo polo da música eletrônica

Federal Music aposta em racionalidade e “pés no chão” para seguir bombando no Brasil

Raul Mendes explica como driblou o desânimo e os obstáculos para seguir firme com seu festival

O nosso país não passa por um dos melhores momentos econômicos já há algum tempo, e isso afeta vários setores da dance music nacional, entre eles os festivais. Em tempos de vacas magras, o Federal Music Festival vem procurando se reinventar para se manter na agenda, driblando as adversidades impostas pelo momento, pelo público e pelo mercado.

Em 2015, depois de uma intensa campanha publicitária que atraiu pessoas de todas as partes do país, o Brasil conheceu o Federal Music. O festival surgiu em 2011, com o intuito de tornar Brasília uma das cidades referência em música eletrônica, e nesses sete anos acumulou mais de 190 mil frequentadores, virando tradição na capital nacional.

“É muito triste apostar em tendências e as pessoas quererem somente o ‘feijão com arroz’. Meus sócios me fizeram enxergar o evento mais como business: fazer só o que o público quer” — Raul Mendes

O “Federal”, como os brasilienses o apelidaram, é hoje o maior evento de música eletrônica da sua região. “Criamos a maior marca de música eletrônica do Centro-Oeste do país e temos grande parte nisso, pois não medimos esforços até então para trazer o que há de melhor no mundo para cá”, comenta o DJ e produtor Raul Mendes — sócio-fundador do evento ao lado do DJ Raff —, em contato com a Phouse.

Mesmo com os grandes resultados da popularização do gênero no Planalto Central, nem tudo foram flores na trajetória do evento. Com a chegada da crise, que forçou cancelamentos de festivais ao redor do país nos últimos anos, o Federal teve que remar para não desaparecer. “Brasília é uma cidade que anda para trás. Fica cada vez fica mais difícil empreender no mercado de entretenimento. É a comunidade batendo de um lado, a gente tentando resolver de outro, e o público criticando. Difícil equalizar essa vibe. Se tivéssemos mais incentivo e mais tolerância, seria o ideal”, segue Mendes.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre festivais

As dificuldades chegaram a um ponto crítico no ano passado, quando Raul chegou a anunciar seu afastamento, alegando desmotivação. “É muito triste apostar em tendências, investir pesado e as pessoas quererem somente o ‘feijão com arroz’ comercial que toca toda hora”, explica. “Em 2015, 2016 e 2017 foi assim, e cada vez piorando, então tomei a decisão de sair. Porém, o negócio não anda 100% sem a minha presença, e meus sócios me fizeram enxergar o evento mais como business: fazer só o que o público quer realmente ouvir, e pronto.”

A partir de agora, o Federal se planeja para driblar os imprevistos, contratempos e dificuldades impostas pelo macroambiente com “pé no chão, pouca emoção e trabalhando mais dentro do racional”. A edição de 2018 segue dentro dos conformes, e já tem algumas atrações confirmadas. Infected Mushroom, SKAZI, Astrix, Paranormal Attack, Reality Test, Trindade B2B Dimitri Nakov, Freakaholics e Hi-Profile são os nomes para o palco de psytrance em destaque até agora, enquanto os brasileiros Felguk, Liu, Devochka, Cat Dealers, Evokings, KVSH e VINNE, além do italiano Jude & Frank, são os DJs já escalados para o segundo palco, de low BPM/brazilian bass. Diversos outros nomes ainda serão anunciados.

Primeira fase, anunciada no começo do mês, já tem acréscimos

“No psytrance, os heróis são os artistas internacionais. Na house, deixamos de priorizar os gringos e estamos consumindo mais cena nacional. Analisamos quem está mais em evidência no momento em nossa cena — os artistas mais pedidos e os eventos que estão mais bombando”, explica o boss do Federal Music. Além dos dois palcos, em que prometem “cenografia inédita”, o evento trará novidades para este ano. Em primeira a mão, Raul nos adiantou que desta vez o festival terá sua primeira edição “que adentrará o dia”, em vez de se encerrar na madrugada, como de praxe. A produção ainda promete elevar as expectativas em qualidade: “Vamos ter uma entrega jamais vista. Nesta edição teremos muito a nível de experiência, fora o lineup”, concluiu.

Em local inédito, ainda mantido em segredo, a oitava edição do Federal Music vai rolar no dia 11 de outubro. Em lote promocional, os ingressos já disponíveis via Sympla.

Nayara Storquio é colaboradora da Phouse.

Federal Music anuncia lineup completo para edição de 2017

O Federal Music já tem seu lineup completo para outubro. São 25 artistas (14 nacionais e 11 gringos), e DJs como Bhaskar, Havoc & Lawn, Raul Mendes, Andy Bianchini, Sisto, Rodrigo Vieira, Stereo Wave, Antexz, entre outros, foram anunciados nesta nova fase. Esses nomes se juntam aos previamente confirmados, como ILLUSIONIZEKryderMarcelo CICNora en PureAshibah e Tom Staar.

As atrações são dividas em dois palcos: o Main Stage, assinado pela Valorize o Groove, e o House Mag Stage. Na publicação feita pela página do festival, eles prometem um novo marco: “A partir de 2017 somos um novo Federal Music. Com um conceito baseado além do lineup. Vamos focar principalmente na experiência. Essa edição será um marco para a história de nosso evento. Ela representa a renovação”.

O evento rola no dia 7 de outubro, a partir das 18 horas, no Estádio Nacional, em Brasília.

LEIA TAMBÉM:

Federal Music anuncia edição para outubro e revela parte do lineup

Federal Music anuncia edição de verão com Steve Aoki e EDX

Motivado para exportar os bons nomes do Brasil, ILLUSIONIZE lança selo

Federal Music anuncia edição para outubro e revela parte do lineup

O Federal Music anunciou sua edição principal para 2017, que sucede a edição de verão, de maio. O festival rola no dia 07 de outubro, no Estádio Nacional, em Brasília. A primeira fase do lineup também já foi revelada, e traz artistas como ILLUSIONIZE, Kryder, Marcelo CIC, Nora en Pure, Ashibah e Tom Staar. Confira:

+ Federal Music anuncia edição de verão com Steve Aoki e EDX

+ Motivado para exportar os bons nomes do Brasil, ILLUSIONIZE lança selo

Federal Music anuncia edição de verão com Steve Aoki e EDX

Considerado um dos maiores festivais do Brasil, o Federal Music anunciou na noite de hoje a sua edição de verão com dois grandes nomes do cenário mundial; Steve Aoki e EDX.

Com data marcada para acontecer no dia 20 de maio em Brasília, na Prainha do Clube de Engenharia, o Federal Music Beach promete ser mais uma edição a entrar para história.

Confira abaixo o anuncio:

Conheça a Deep Fall, nova gravadora do Raul Mendes que vai apoiar os novos talentos no Brasil

Sócio do Federal Music e DJ, Raul Mendes lança gravadora para apoiar novos talentos.

O DJ e produtor brasiliense Raul Mendes, autor das faixas ‘Zorro’, ‘Over Me’ e ‘If You’, concedeu uma entrevista à Phouse, na qual falou sobre sua nova gravadora, chamada Deep Fall, comentou sua nova track, ‘Groovy Monkeys’, que conta com a colaboração do nome em ascensão na cena eletrônica nacional House Is Back, e apresentou alguns projetos que possui para 2017.

Com uma carreira marcada por muitas surpresas e realizações, Raul já tocou em grandes festivais, como o Tomorrowland Brasil Ultra Brasil. Abaixo, confira esse bate-papo exclusivo com esse cara, que está terminando o ano com muita categoria.

Como você consegue conciliar essa sua vida multifuncional sendo DJ, produtor musical, produtor de eventos e agora dono de uma label?

Muitos me definem como “workaholic”, pois eu vivo trabalhando. Para mim não tem hora e local. Eu amo isso na verdade. Só procuro organizar e dividir o meu tempo. Minha noiva trabalha na Rede Globo em um horário bem atípico. Chega em casa somente às 2h da manhã. Eu toco a parte empresarial até umas 21:00, quando vou para casa. Aí então pego para mexer em músicas e aproveito para esperar ela.

De onde surgiu a ideia de montar uma label e por quê?

Vejo muitos jovens talentos reclamando que não conseguem lançar suas músicas. Não vejo mais a necessidade do modelo onde o produtor ficava esperando a gravadora dos sonhos. O mercado está cada dia mais dinâmico. Pensei o porquê não criar uma oportunidade para essa galera mostrar seu talento? Aí está!

Qual o diferencial da Deep Fall no mercado e quais seus planos para 2017?

A Deep Fall vai ser uma gravadora focada em streaming com o intuito de mostrar ao mercado os novos talentos. Espero que seja um celeiro dos próximos talentos do Brasil. E eu vou procurar usá-los em nossos eventos e festivais.

Qual o perfil musical que vocês estão abraçando? Como os artistas fazem para enviar o trabalho para vocês?

Estamos procurando músicas boas, Hehe, brincadeira. Eu sempre fui muito fã de House, piano, sax e etc… Gostaria muito de aproveitar a gravadora para estimular o estilo, mas estamos aceitando variáveis do mesmo, como house, tech house e deep house. E para mandar as demos é só enviar os links para o meu e-mail pessoal (raul@equinox.art.br). Centralizo tudo neste e-mail. Se eu tiver para cada empreendimento um e-mail diferente, tô lascado.

Você ultimamente tem lançado faixas cada vez mais para o house, ao exemplo de Groovy Monkeys, com House is Back, conte-nos um pouco sobre essa parceria.

Ele é um novo talento que passou de fã para amigo pessoal. Ganhou o contest para tocar no Federal Music e desde então estamos batendo uma bola juntos. Esse é um dos garotos que eu estou apostando para 2017. Inclusive já temos mais faixas dele agendadas em nosso cronograma.

Confira a entrevista exclusiva que a Phouse fez com EDX

Com mais de duas décadas de experiência no cenário da música que cresce no mundo, Maurizio Colella, muito conhecido pelo nome artístico EDX, concedeu uma entrevista exclusiva à Phouse, diretamente de Brasília, onde ocorreu, no dia 13 de agosto, um dos principais festivais do Brasil e grande parceiro da revista – o Federal Music.

Antes de mais nada, vale frisar que a entrevista está interessantíssima, e que foi uma grande honra para a Phouse conversar com o astro, que não só já fez história em inúmeras casas de shows, como continua levando ótimas energias e muita música boa aos amantes da cena eletrônica onde quer que se apresenta.

Aperte o play no vídeo abaixo e confira:

Você pode ativar as legendas em português no próprio vídeo.

Premiere: Marcelo CIC & Raul Mendes – Short Summer (Ft. Ashley Jana)

Será lançada na sexta-feira (12), pela Universal Music, a música-tema do maior evento de música eletrônica do Centro-Oeste, o Federal Music. Intitulada ‘Short Summer’, ela foi produzida pelos brasileiros Marcelo CIC & Raul Mendes, e conta com o vocal da cantora Ashley Jana. Acreditamos que você, leitor da Phouse, já conheça esses produtores que são grandes parceiros nossos e sempre nos apresentam conteúdo de qualidade.

A música é um house melódico bem pra cima. Com muita alegria e uma vibe super positiva, ela representa bem o Federal. A festa tem de tudo para fazer sucesso, o legal é que nós estaremos lá para mostrar tudo para vocês. Essa já é terceira vez que estamos indo cobrir o festival e sempre foi muito divertido, não tem porque ser diferente dessa vez.

Pra quem ainda tá meio por fora, o evento vai ser no sábado (13), a partir das 15 horas, no Campo da Pista de Aeromodelismo de Brasília.

Se quiser saber mais sobre o Federal Music é só dar uma olhadinha nas matérias que publicamos. Nos vemos lá!

Tudo que você precisa saber sobre o Federal Music 2016

100 motivos para você não perder o Federal Music

Tudo que você precisa saber sobre o Federal Music 2016

O clima em Brasília é de contagem regressiva para um dos principais festivais do Brasil, o Federal Music, que acontece dia 13 de agosto no Campo da Pista de Aeromodelismo de Brasília. A produção prepara a maior edição do festival até o momento, com melhorias em vários aspectos. Reunimos aqui todas as informações e novidades para você curtir o Federal.

Line-up de responsa

Conversando com um dos produtores do evento sobre o line-up desta edição, tivemos a seguinte resposta: “Para este ano, queríamos um line-up mais equilibrado, coerente e principalmente fora do óbvio. Vários dos artistas que estamos trazendo não costumam tocar em outros festivais, são artistas que todos adoram mas poucos tiveram a oportunidade de ver ao vivo, especialmente em Brasília, tudo isso com muita diversidade.”

Mesmo em meio à situação econômica atual no Brasil, serão ao todo 70 atrações divididas em 4 palcos, e de fato, além dos queridos Firebeatz o line-up está cheio de “cerejas do bolo” como Kryder, Dzeko & Torres, Lucas & Steve, Skazi, EDX, Inpetto, Ashibah, a febre Chapeleiro e até mesmo alguns dos novos sucessos da linhagem “brazilian bass”, como Liu, Cat Dealers e Vinne. Alguns DJs que marcaram outras edições do festival retornam, como Romeo Blanco e Third Party. Veja abaixo o line-up completo:

FM--2016----COMPLETO-(1)

Nova Cenografia

O Federal Music apresenta cenografia inédita em 2016, dando mais atenção à decoração em todos os quatro palcos. O mainstage tem causado bastante barulho no Facebook com seu imponente robô — de onde vai sair de tudo: fogos, lasers, fumaça, vídeos na tela de LED, e até mesmo o sound-system será segurado pelo personagem. Outro palco que chamou a atenção foi o Future & Sounds, com decoração colorida e cheia de boomboxes retrô. Veja o projeto cenográfico do Federal Music no vídeo abaixo:

Estreia do psytrance

Pela primeira vez na história do Federal Music, os fãs das vertentes do trance psicodélico terão um palco totalmente dedicado a eles. O line-up do Mantra Stage, além de trazer a lenda Skaki, proporciona uma mistura entre febres mundiais atuais do psytrance como Berg, BLiSS e Major7, e clássicos como Vibe Tribe, Bizzare Contact e Pixel. Além de tudo, este palco será decorado por um dos melhores cenógrafos do país, Michele Petillo, responsável pelo Universo Paralello.

FM---MANTRA-V3

15 horas de festival

Para quem tem muita energia, esta novidade serve perfeitamente: a duração do Federal Music vai aumentar de 12 para 15 horas. Será tempo de sobra para passar por todos os palcos e aproveitar tudo que o festival tem a oferecer.

Novo local

A Orla da Concha Acústica ficou pequena para o festival. Na nova edição, o Federal Music acontecerá em um local, o Setor de Clubes Sul, em frente ao Pier 21, um dos cartões postais da cidade.

E os ingressos?

A censura do Federal Music é 16 anos para convites pista e 18 anos para convites camarote. Os ingressos podem ser adquiridos aqui no site da Bilheteria Digital ou, para aqueles que já moram na capital, nos diversos pontos de venda.

100 motivos para você não perder o Federal Music

Um dos maiores festivais do Brasil – e maior do centro oeste – liberou essa semana no Spotify uma super playlist com as melhores músicas de artistas escalados em seu line-up.

Com nomes como Dzeko & Torres, Firebeatz, Third Party, FTampa, Skazi, Deniz Koyu e Romeo Blanco, a coletânea foi escolhida a dedo pela curadoria do festival e serve também como uma lista de motivos para você não ficar de fora da edição 2016.

Abaixo você confere o line-up completo do festival, que acontece dia 13 de agosto em Brasília/DF.

 Vale lembrar que o Sander Van Doorn foi substituído pelo Firebeatz.

Reviva a apresentação do Romeo Blanco no Tomorrowland Brasil

Sem dúvidas o mérito de uma das melhores apresentações da última edição do Tomorrowland Brasil pertence ao belga Romeo Blanco, que estará de volta ao Brasil em agosto deste ano para se apresentar no Federal Music, em Brasília.

Residente do festival belga, Romeo é um artista humilde e carismático, que sempre recebe o seu público atenciosamente após apresentações insanas por onde passa. No Brasil, o DJ/Produtor já se sente em casa, tem amigos, agência e fãs pelos quatro cantos do país.

Ao saber do seu retorno, decidimos fazer essa publicação para ir aquecendo os ânimos para a sua próxima apresentação, que acontecerá no dia 13 de agosto, logo após o Tomorrowland Bélgica.

Além de Romeo Blanco, o Federal Music contará com diversos nomes de peso, ao exemplo de Deniz Koyu, EDX, Dzeko & Torres, Kryder, Deniz Koyu, Third Party e FTampa.

Abaixo confira o set gravado ao-vivo no Tomorrowland Brasil 2016.

Sander van Doorn cancela apresentação no Brasil em agosto

Com menos de 1 mês para ocorrer a edição principal do Federal Music – o maior festival de música eletrônica do centro-oeste -, o holandês Sander van Doorn, que estava confirmado para se apresentar, decidiu cancelar sua vinda ao Brasil.

Com 70 atrações, incluindo EDX, Sharam Jey, Lucas & Steve, Romeo Blanco, Inpetto, FTampa, Marcelo CIC, Ashibah e Chapeleiro, e com 4 palcos que serão instalados na Pista de Aeromodelismo de Brasília, o Federal já tomou providência sobre o caso. O evento substituirá Sander van Doorn pelo duo holandês Firebeatz.

Autor dos sucessos ‘Dear New York’; ‘Helicopter’, com Martin Garrix; e ‘Go’; Firebeatz irá tocar no festival no dia 13 de agosto, e, com certeza, não irá decepcionar com um set especial nas 15 horas previstas de festa.

Confira o line-up divulgado em junho:

Veja também o novo local onde ocorrerá o festival:

Federal Music anuncia novo local para a edição principal deste ano

O maior festival de música eletrônica do centro-oeste acaba de anunciar o novo local onde será realizado sua edição principal deste ano, prevista para o dia 13 de agosto (sábado).

federal music

Na Pista de Aeromodelismo de Brasília, será apresentado cerca de 40 grandes nomes da cena eletrônica mundial. Entre as primeiras atrações já reveladas estão Sander Van Doorn, EDX, Sharam Jey, Lucas & Steve, Romeo Blanco, Inpetto, FTampa, Marcelo CIC, Ashibah e Chapeleiro.

Conforme informamos recentemente, algumas mudanças também foram anunciadas para essa edição do Federal Music. Entre elas está a duração do evento, que será maior do que a das edições anteriores.

Confira o nosso programa gravado na edição principal que aconteceu em outubro de 2015 e aguarde mais novidades da edição principal deste ano em breve:

Ouça o Federal Music Sessions na Phouse com set exclusivo do Marcelo Cic

Marcelo Cic continua sendo um dos DJs e produtores mais bem-sucedidos do país. Neste ano, ele desfruta de seu contrato com a maior gravadora do planeta, a Universal Music, para dar mais um passo e tornar-se um novo herói brasileiro a chamar a atenção do cenário internacional. Isto se percebe no seu novo clipe “We Wanna Be Loved”, com investimento e qualidade nunca antes vistos na música eletrônica nacional.

Marcelo Cic vai apresentar-se mais uma vez no Federal Music Festival em Brasília, no dia 13 de Agosto, que vai contar com um line-up diferenciado, novo local, novo desenho do mainstage, 15 horas de duração, e um palco totalmente dedicado ao psytrance. Cic junta-se a nomes como Sander van Doorn, Dzeko & Torres, Deniz Koyu, Kryder, Arno Cost, Skazi, Berg, BLiSS, Lucas & Steve, Abel Ramos, Third Party e EDX para marcar a melhor edição do festival até agora.

Nada mais justo que o residente do Federal Music fazer a estreia do podcast Federal Music Sessions com exclusividade aqui na Phouse, não é? Confira o som:

Federal Music dribla a crise e prepara uma edição ainda maior em 2016

O Federal Music é hoje não só o maior evento de música eletrônica do centro-oeste, mas também configura-se entre os principais do país.

Chega ao sexto ano com uma proposta ainda mais incrível. Ao contrário do que indica o cenário de crise, a proposta é crescer.

Um dos produtores do evento quando perguntado sobre a crise e a postura do festival nos respondeu:

“O que estamos percebendo é que na crise  as pessoas estão escolhendo a dedo as opções. Somente os melhores eventos estão chamando a atenção. Então decidimos pisar no acelerador, mudar de local, aumentar a duração do evento, entre outras novidades.”

Tivemos acesso em primeira mão aos primeiros nomes que o festival está prestes a anunciar. Entre as 10 primeiras atrações, estão 7 djs internacionais e 3 dos principais nomes nacionais da atualidade. A promessa é que sejam aproximadamente 40 atrações, entre djs, bandas e lives, sendo quase a metade delas, atrações internacionais. O festival está programado para acontecer no dia 13 de agosto.

Seguem as 10 primeiras atrações:

Sander Van Doorn (Holanda)
Um mito entre os Djs. Dono da conceituada gravadora Doorn, configura entre os tops a mais de 1 década.

EDX (Suíca)
O artista que mais vendeu músicas online no ano de 2015. Maurízio também recebeu o prêmio de Best Seller em 2012.

Sharam Jey (Alemanha)
The Big Boss da gravadora Bunny Tiger e um dos artistas mais conceituados do estilo do planeta, além de queridinho do público brasileiro.

Lucas & Steve (Holanda)
Garotos prodígios da cena House / Future House. Atualmente ocupam a primeira posição mundial do gênero e todos seus lançamentos estão entre as faixas mais tocadas do gênero.

Romeo Blanco (Bélgica)
Forma o time de residentes do Tomorrowland ao lado de Dimitri Vegas & Like Mike. Suas produções estão sempre entre os temas do evento.

Inpetto (Alemanha)
O duo alemão faz sucesso desde meados dos anos 2000. Constantes em vários dos principais eventos do planeta, este ano eles encerram a tenda Super You & Me do Tomorrowland Brasil.

FTampa (Brasil)
Um dos maiores representantes do Brasil no segmento EDM / Big Room / Electro House.

Marcelo CIC (Brasil)
Residente do festival, Marcelo é o queridinho de Brasília. O artista da Universal Music é presença constante nos principais festivais do planeta, EDC (Las Vegas, México, Brasil), Tomorrowland, entre vários outros.

Ashibah (Dinamarca)
Dona de uma das vozes mais conhecidas da atualidade no Brasil, a dinamarquesa além de excelente cantora, detona tudo como Dj e faz uma apresentação que está tirando o fôlego dos brasileiros.

https://www.youtube.com/watch?v=DwSe0tnP-UQ

Chapeleiro (Brasil)
O cara em seu segmento. Além de uma legião de fãs, dono de um som brutal, Fabrício é o principal responsável pelo retorno do minimal ao país tupiniquim.

https://www.youtube.com/watch?v=RBvUZ_ZFoyI

Confira abaixo como foi o FEDERAL MUSIC 2015 com Nicky Romero, Romeo Blanco, Dimitri Vangelis & Wylman, Thirdy Party, Alok, Vintage Culture e muito mais:

Ouça agora o novo remix do Raul Mendes para “Just Like The Wind”, clássico dos anos 90

Após remixar “Love Will Never Let You Down“de Abel Ramos, o DJ/Produtor brasiliense Raul Mendes voltou a surpreender na última semana com mais um super lançamento pela gravadora Free Fall Music.

Anfitrião do maior festival de música eletrônica do centro-oeste e um dos principais representantes do Future House no Brasil, Raul fez uma releitura do clássico “Just Like The Wind”, do produtor Tony Garcia. O resultado do trabalho ficou incrível e você pode conferir aqui na Phouse.

Vale lembrar que Raul Mendes é uma das atrações confirmadas para o Tomorrowland Brasil 2016, no palco da Protocol Recordings, do Nicky Romero.

Após sucesso com Hardwell, Federal Music anuncia sua edição principal para Agosto

Após iniciar o ano com muito sucesso em uma edição de verão que trouxe ao Brasil o holandês Hardwell, o maior festival de música eletrônica do centro-oeste já tem data marcada para sua edição principal que acontecerá em agosto deste ano.

O Federal Music já contou com diversas realizações que levou ao centro-oeste artistas consagrados como Armin Van Buuren, Dimitri Vegas & Like Mike, Don Diablo, Nicky Romero, Steve Angello, Erick Morillo e muitos outros.

Para essa edição que acontecerá no dia 13 de agosto, grandes nomes da música eletrônica mundial mais uma vez devem aterrissar em solo brasiliense.

Confira aqui o nosso programa gravado na edição principal que aconteceu em outubro de 2015, com Nicky Romero, Third Party, Dimitri Vangelis & Wyman.

Federal Music dará a chance de fãs brasileiros conhecerem o holandês Hardwell

Federal Music, o maior festival de música eletrônica do centro-oeste do Brasil, está com uma mega promoção para os amantes da dance music fã do holandês Hardwell, eleito por duas vezes consecutivas o melhor DJ do mundo segundo a revista britânica DJ Mag.

A promoção, que é um Meet & Greet, é fácil de participar. Para ter a chance de ficar cara a cara com Hardwell, tirar foto com ele no camarim e ainda ganhar dois ingressos para o Camarote Beats Spirit, é preciso curtir e compartilhar a imagem do post disponível no final desta matéria, marcar alguns amigos nos comentários e falar o porquê você quer conhecer o DJ/produtor.

Feitos os procedimentos acima, é só cruzar os dedos e aguardar o sorteio que será na sexta-feira (29), às 18 horas.

PROMOÇÃO MEET & GREETQuem quer conhecer pessoalmente o Hardwell?O Federal Music dá o maior presente para os fãs de…

Posted by Federal Music on Tuesday, January 26, 2016