DJs geriátricos: veja como seriam seus artistas favoritos na velhice

Selecionamos 45 expoentes do cenário nacional pra entrar na brincadeira do FaceApp

Sim, nós também entramos na onda do FaceApp pra conferir como ficariam alguns dos expoentes do cenário eletrônico brasileiro depois de o tempo agir sobre eles, as rugas aparecerem e os cabelos descolorirem.

Como alguns dos DJs já tinham compartilhado suas próprias fotos envelhecidos nas suas redes, usamos essas que já tinham sido criadas (divulgadas na legenda como “Reprodução”), enquanto criamos várias outras.

O desafio agora é tentar não rir:

BÔNUS: DJ André Marques na terceira idade mandando aquele ao vivo!

Foto: FaceApp/Phouse
  • Patrocinado: Clique aqui para inscrever-se no Burn Residency 2019 e ter a oportunidade de alavancar a sua carreira.

O sucesso em números: como estão as agências de DJs mais relevantes do Brasil

Artist Factory, Plusnetwork, Entourage e Nova têm papel fundamental em impulsionar DJs e o mercado nacional

* Por Matheus Duarte
** Edição e revisão: Flávio Lerner

Atuar como uma agência de bookings e management no Brasil é fazer um cuidadoso trabalho de curadoria artística e funcionar como um espelho generoso das tendências de mercado e dos desejos do público brasileiro, que mudam periodicamente — e com anseio quase que obrigatório por novidades. 

Cada artista tem um lugar devidamente justificado em seus casts, e as agências empenham-se em apresentar caminhos múltiplos e certeiros tanto em bookings quanto em management, para cada tipo de persona em um mercado cada vez mais segmentado como o da música eletrônica.

No Spotify, plataforma mais relevante da atualidade, alguns números sintetizam a relevância das principais agências no mercado de show business por aqui, e traduzem as boas escolhas de casting. Em novembro, estes foram os artistas mais escutados, em um comparativo envolvendo as principais agências do mercado da música eletrônica no Brasil: 

 Os dez principais artistas no Spotify entre as agências brasileiras de música eletrônica, por número de ouvintes no Spotify.

Além da presença digital decorrente de lançamentos relevantes, a Artist Factory é uma das agências que mais exportam seus talentos mundo afora. Alok, Bhaskar, Liu e Sevenn estiveram em turnês na Ásia neste ano — mercado que possui grande apreço pelos sons dos artistas brasileiros (como você viu aqui).

Liu, que tem descendência asiática, viu sua popularidade crescer na cena oriental. Prova disso foi o convite — inédito — feito para participar de um reality show sobre DJs em Shangai, o Rave Now. Sevenn passou pela Ásia duas vezes em menos de seis meses. Já os Cat Dealers, da Nova — que, fundada há poucos meses, tem crescido rapidamente —, também foram para fora do país em 2018, assim como Vintage Culture, da Entourage, e Bruno Martini e FTampa, da Plusnetwork, já estão mais do que acostumados com grandes shows dentro e fora do Brasil.

Agências brasileiras mais relevantes do Spotify, em número de ouvintes no Spotify.

Todas essas outras agências trabalham em um formato “360 graus”, no qual os serviços prestados ao artista compreendem todo o fluxo de trabalho necessário para seu sucesso: desde o desenvolvimento, passando pelo planejamento estratégico até a logística, para que os DJs se apresentem no Brasil e no mundo. “Hoje somos reconhecidos no mercado internacional por ter com um casting variado e artistas de sucesso. E isso só é possível graças a um cuidadoso trabalho de curadoria artística somada a uma visão estratégica, sempre divida com toda a equipe”, explica Gabriel Lopes, diretor da Artist Factory, em contato com a Phouse.

“Como agência de bookings e management, procuramos estar à frente das mudanças, apontar tendências e promover caminhos para inovação neste mercado da música eletrônica, que está cada vez mais plural. Ter essa quantidade significativa de artistas no top 10 é gratificante e chancela o nosso trabalho e esforço diário”, conclui.

O cenário nacional está cada vez mais profissionalizado, e é bom ver uma grande quantidade de artistas em evidência, impulsionados pelo trabalho duro da turma dos bastidores. Com a visão de integrar todo um ecossistema produtivo em torno do artista, as agências prosseguem escalando sua importância e fazendo uso de seu tino de negócios para levar cada vez mais DJs ao sucesso. Estar atento às exigências, tanto do público quanto dos contratantes, é uma arte, e este é o ciclo atual do nosso mercado.

* Matheus Duarte é colaborador da Phouse.

LEIA TAMBÉM:

Conquistando a Ásia: DJs brasileiros falam sobre o novo polo da música eletrônica

Mercado nacional ganha “Nova” agência de bookings

Alok no Multishow: DJ é convidado no programa de Tatá Werneck

Entenda, na prática, o que muda com a fusão entre Plusnetwork e DJcom

Plusnetwork, Entourage, Lula, Bolsonaro e a guerra de egos na cena eletrônica

Gui Boratto remixado por Kölsch, FTampa via KSHMR, Guetta underground; confira 10 sonzeiras de sexta

Brasileiros tiveram diversos lançamentos importantes nesse final de semana

Além das já mencionadas novidades do Liu, do Sevenn e da Alphabeat Records, essa última sexta-feira teve MUITO lançamento top — tanto que foi uma das vezes em que encontramos as maiores dificuldades em selecionar só dez pra nossa lista de destaques. Vem conosco:

Meio ano depois do lançamento de Pentagram — quinto álbum do gigante brasileiro Gui Boratto — a Kompact liberou um EP da faixa “618”, que traz um remix de ninguém menos que o gigante dinamarquês Kölsch. Pouco pesado esse disco.

 

Outro brasileiro também teve um lançamento impactante. Em parceria com o DJ tailandês 22Bullets — que já tem seu nome bem fixado no cenário EDM asiático —, o FTampa veio com release pela Dharma Worldwide, selo do KSHMR. Em “Sahar”, as referências étnicas/indianas estão bem presentes no novo som do mineiro — o que também justifica um lançamento pela Dharma.

 

E tem mais nome nacional na lista. Via HUB RecordsLOthief pintou com “Talk Dirty”, single que traz o sample de “Hermetico”, do grupo Balkan Beat Box, que ficou famoso em “Talk Dirty”, do cantor americano Jason Derulo.

 

E o que dizer dessa collab entre o Santti e o maceioense Turkez com a consagrada Banda Eva? Lançada pela Sony Music, “Rede” misturou harmonicamente as batidas da house music com a pegada do Axé, em um som que tem totalmente a vibe do verão brasileiro.

 

Não, ainda não encerramos com os artistas nacionais! Em parceria do DJ e produtor belga HIDDN, os Cat Dealers trouxeram “My Way”, faixa na onda house pop lançada pela Spinnin’ Records.

 

Os caras do Felguk também vieram com novidades. Com a DJ carioca Bian, a dupla chegou com “Like U Always Do”, outro som pop/eletrônico assinado pela HUB.

    

marshmello é um DJ excêntrico que gosta de testar muitas coisas em suas produções, e sua nova track reforça isso. Longe da sua principal vertente, “Project Dreams” traz uma parceria do DJ norte-americano com o rapper Roddy Ricch — assumindo uma faceta bem mais próxima do hip-hop e do trap.

 

Você sabia que David Guetta possui um projeto paralelo chamado Jack Back? Nele, o francês dá um tempo nas melodias épicas e refrões chiclete para dar vazão ao seu lado mais underground. Na tech-houseira “Grenade”, o DJ conseguiu um contrato com a consagrada Toolroom Records, label inglesa que está no mercado desde 2003.

 

Lembram-se de quando falamos de Brazilian Soul, collab dos Knocks com a dupla Sofi Tukker? A novidade agora é o pacote de remixes que acaba de sair do forno pela Big Beat Records, com nomes como Walker & Royce, Gilligan Moss e — vejam só ele aqui de novo! — FTampa, além de uma versão acústica ainda mais bossa nova.

  

E pra fechar tudo, mais um EP de remixes. O destaque da vez são os feitos para a emocionante “Dreamer”, do Martin Garrix com o semifinalista do America’s Got Talent, Mike Yung. O disco traz a participação de peso de Nicky Romero, além dos jovens talentos SLVR (Itália) e EAUXMAR (Holanda).

  

FTAMPA lança novo EP e anuncia volta às pistas brasileiras

Produtor enxerga nova possibilidade de emplacar seu som no Brasil

A última sexta também foi dia de novo EP de FTampa. O DJ brasileiro que mora em Los Angeles pintou com Cali Vibes, disco via Sony Music que traz a inédita “Magical”, além dos já conhecidos singles “Vibe Boa” e “Who We Are”.

Na esteira do lançamento, o artista aproveitou para anunciar que voltou às pistas brasileiras. O pontapé inicial se deu no dia 08 de setembro, quando quatro mil pessoas curtiram muita EDM em sua gig que acompanhou o KSHMR no Laroc Club. Agora, apesar de não ter anunciado nenhuma turnê, ele revela que está pronto para novas datas por todo o país.

Em contato com a Phouse, Felipe Tampa conta que se mudou para os EUA por perceber que seu estilo não era muito popular no Brasil. Agora, porém, depois de se consolidar no exterior, está vendo uma nova possibilidade de fazer sucesso também no seu país natal. “O mercado do Brasil se fechou em um estilo que não é o meu, e eu preferi não mudar a essência do meu trabalho pra conseguir shows”, revela.

“Eu preferi aproveitar esse tempo para focar nas minhas composições e produções e me mudei para Los Angeles, onde moram vários dos produtores que admiro muito. Sinto que agora o mercado começou a querer esse som que eu faço de volta no Brasil, e está sendo um prazer enorme voltar às pistas com a minha identidade musical”, explica o mineiro, que continuará morando em LA.

LEIA TAMBÉM:

FTampa lança primeira música em português

KSHMR no Laroc: diretor esclarece campanha para contratação do DJ

FTampa homenageia a mãe em novo videoclipe

FTampa lança seu primeiro single de 2018

Com DJ australiano, FTampa lança releitura de super hit dos anos 90

FTampa lança primeira música em português

“Vibe Boa” é resultado da parceria com Tom Kray e o grupo Oriente

FTampa também tá de música nova nesta sexta. Pela Sony Music Brasil, o DJ e produtor lançou “Vibe Boa”, resultado da parceria com o compositor mineiro Tom Kray e os caras do grupo de rap carioca Oriente.

A música segue a vibe house pop dos lançamentos mais recentes do produtor, com a diferença de que, desta vez, a letra é em português. No Instagram, o DJ explicou como surgiu a faixa: “Eu conheci esse maluco talentoso demais [Tom Kray] num show e sempre falamos em fazer algo juntos! Quando ele me mostrou a letra de ‘Vibe Boa’ eu tive certeza que era essa a música que devíamos fazer! Juntamos com os manos do Oriente e fizemos esse som que me enche de orgulho, principalmente por ser meu primeiro single em português!”.

️LEIA TAMBÉM:

FTampa homenageia a mãe em novo videoclipe

FTampa lança seu primeiro single de 2018

Com DJ australiano, FTampa lança releitura de super hit dos anos 90

KSHMR no Laroc: diretor esclarece campanha para contratação do DJ

Mario Sergio de Albuquerque explica que enquete iniciou a mobilização

Nesta segunda-feira, o Laroc Club iniciou a venda dos ingressos para o dia 08 de setembro, data em que a casa receberá KSHMR como headliner. Além dele, FTampa, Sevenn, Liu, CIC e Kickstarts são as atrações da festa.

A história dessa data é inusitada, já que uma campanha pública no Facebook, através do evento “KSHMR no Laroc”, ganhou grandes proporções nas últimas semanas. Na ocasião, o sócio-diretor do clube, Mario Sergio de Albuquerque, inclusive, chegou a postar que se o evento ultrapassasse a barreira dos dois mil confirmados, a festa aconteceria.

+ OPINIÃO: Por que KSHMR é um dos melhores produtores de EDM da atualidade

Agora, em contato com a Phouse, ele explica que, diferentemente do que muitos pensam, a iniciativa de trazer o DJ americano não partiu da campanha no Facebook. “Quando eu estava fazendo buscas para a atração da data, fiz uma pequena enquete no Instagram, nos Stories, perguntando [quem o público preferia] entre KSHMR e Vini Vici. Claro, fiz a enquete já sabendo que ele estava disponível”, revela o diretor.

“A partir da enquete, aí sim as pessoas se mobilizaram. E já sabendo que o KSHMR era uma realidade, eu entrei na brincadeira. Na verdade, isso [a campanha no Facebook] nos deu confiança pra seguir a negociação com o artista.” Para Albuquerque, portanto, a experiência foi um sucesso, embora ele lamente um efeito colateral. “Já estão surgindo infinitos eventos no Facebook pedindo por Martin Garrix, Carl Cox e outros nomes no Laroc que ainda não são realidade, nem perto disso. Então a gente tem que tomar cuidado pra que isso não comece a gerar muita expectativa e, consequentemente, frustrações”, pondera.

Perguntado se realizaria novas enquetes do tipo para motivar campanhas públicas por atrações, Mario Sergio deixou a possibilidade no ar: “Às vezes, para entender preferências. Mas não como obrigatoriedade”.

Vai ter “KSHMR brasileiro”?

Quem acompanhou o evento não oficial no Facebook (o da campanha pública) pôde ver dezenas de comentários de fãs pedindo por outra atração: o DJ Gran Fran, que vem sendo referido como o “KSHMR brasileiro”. Apesar do apelo massivo dos fãs, este pedido não foi atendido pelo clube, que justifica que já não havia mais espaço no lineup para mais uma atração. “Esse é o precedente que se abre ao fazer enquetes: as pessoas entendem que com qualquer mobilização vamos ‘ceder'”, conclui Mario Sérgio.

Mesmo assim, a galera vai poder curtir um pouco de Gran Fran na noite. Segundo publicação do artista, tanto FTampa quanto o Kickstarts o convidaram para dividir com eles os seus respectivos sets.

Flávio Lerner é editor da Phouse.

LEIA TAMBÉM:

Grupo Laroc revela detalhes sobre novo clube underground

“Um negócio como o Laroc não pode durar menos de quatro anos, ou terá sido tempo e dinheiro perdido”

De Valinhos para o mundo: Laroc assina festas no exterior

Confirmado no AMF, KSHMR lança single com 7 Skies

À rádio israelense, KSHMR expõe sua visão sobre o ranking da DJ Mag

FTampa homenageia a mãe em novo videoclipe

O vídeo de “Who We Are” é o mais pessoal da carreira do produtor

Lançado em maio via Sony Music Brasil, o single “Who We Are”, de FTampa, ganhou videoclipe. Gravado em Los Angeles e dirigido por Mess Santos (que já havia trabalhado no clipe de “Our Way”), o vídeo é provavelmente o mais pessoal e emotivo do produtor mineiro, já que traz as boas lembranças do produtor com a mãe, que faleceu quando ele tinha apenas seis anos de idade.

“Eu sempre quis prestar tributo à minha mãe, e essa música significa muito sobre um momento especial e sobre seguir em frente e ser quem você é. Queria fazer um vídeo com todas as memórias que tenho dela. Ela faleceu quando eu era muito novo, mas aqueles momentos ficarão guardados para sempre na minha memória”, declarou o artista à imprensa.

O vídeo foi lançado nessa última quinta-feira, com direito a lançamento para a imprensa e convidados na sede da MTV Brasil, em São Paulo.

LEIA TAMBÉM:

FTampa lança seu primeiro single de 2018

Com DJ australiano, FTampa lança releitura de super hit dos anos 90

FTampa ataca de ator e protagoniza o videoclipe de “Light Me Up”

FTampa divulga vídeo e revela sua trágica história de vida

FTampa lança seu primeiro single de 2018

Produtor mineiro pinta com novo som depois de cinco meses

FTampa está de volta: depois de cinco meses sem lançamentos, o mineiro ressurge nesta quinta-feira, 17, com “Who We Are”, seu novo single via Sony Music Brasil. Bastante melódica, pop e temperada com instrumentação orgânica, a faixa segue a linha dos últimos lançamentos do produtor, e de certa forma remete também às composições de Avicii.

“‘Who We Are’ é a primeira de várias faixas que eu produzi nos últimos meses, e estou muito feliz com o resultado. Tenho experimentado bastante ultimamente, e trouxe muito da minha personalidade e história nesse novo som. Espero que muita gente também sinta essa conexão com a música”, declarou FTampa via assessoria de imprensa.

LEIA TAMBÉM:

Com DJ australiano, FTampa lança releitura de super hit dos anos 90

FTampa ataca de ator e protagoniza o videoclipe de “Light Me Up”

“Uma composição bem diferente”; Escute o mais novo single do FTampa

EXCLUSIVO: FTampa homenageia Chester com remix e fala sobre depressão

Com DJ australiano, FTampa lança releitura de super hit dos anos 90

“You Gotta Be”, que fez muito sucesso na voz da britânica Des’ree, ganha cover eletrônico com os vocais de Kamatos

FTampa acaba de lançar pela Sony Music seu mais novo single. “You Gotta Be” é resultado de parceria com o DJ australiano Mobin Master, e mais uma vez traz a cantora brasileira Kamatos para emprestar seus vocais a um lançamento do mineiro.

A faixa é uma releitura de um grande hit dos anos 90, da inglesa Des’ree. Aqui, os produtores embalam a melodia contagiante da versão original em uma roupagem bem mais eletrônica e dançante.

FTampa e Mobin se conheceram em Los Angeles, e lançam agora sua primeira collab. “Topei na hora a ideia do Mobin, principalmente porque foi um hit que sempre gostei, e que fez muito sucesso. Não tive dúvidas em trabalhar novamente com a Kamatos, porque amo a sua voz e é muito importante num remake manter a emoção que o vocal passa. Acho que todos vão gostar!”, disse o brasileiro, via assessoria de imprensa.

Confira o som:

Jetlag, FTampa e FELGUK quase entram no Top 100 da DJ Mag

FTampa ataca de ator e protagoniza o videoclipe de “Light Me Up”

“Uma composição bem diferente”; Escute o mais novo single do FTampa

EXCLUSIVO: FTampa homenageia Chester com remix e fala sobre depressão

Confira com exclusividade o lyric video de “Colors”, nova faixa do Be Lion com Kamatos

Jetlag, FTampa e FELGUK quase entram no Top 100 da DJ Mag

Como de praxe, a DJ Mag revelou os primeiros 50 nomes que ficaram de fora do seu Top 100. E se três brasileiros garantiram lugar na lista principal, desta vez outros três bateram na trave: o duo Jetlag (#102 — ou seja, a apenas duas posições de ter entrado no ranking), o FTampa (#108) e o FELGUK (#131), que no ano passado havia figurado no #67, e desde 2011 era presença constante na lista.

Confira os 50 nomes adicionais:

101. Slushii
102. Jetlag
103. Loco Dice
104. Sigma
105. Madeon
106. Cosmic Gate
107. Netsky
108. FTampa
109. Arty
110. Nucleya
111. Cheat Codes
112. Neelix
113. Krewella
114. Dyro
115. Curbi
116. Marco Carola
117. Borgore
118. Adam Beyer
119. Jamie Jones
120. Infected Mushroom
121. Breathe Carolina
122. Seven Lions
123. Dj Feel
124. A-Trak
125. Vicetone
126. Markus Schulz
127. Jack Ü
128. Marlo
129. Green Velvet
130. Chase & Status
131. FELGUK
132. Daddys Groove
133. Martin Solveig
134. Seth Troxler
135. Deniz Koyu
136. Ben Nicky
137. Showtek
138. Paul Oakenfold
139. Bobina
140. Omnia
141. Nina Kraviz
142. Zomboy
143. Sunnery James & Ryan Marciano
144. Erick Morillo
145. Merk & Kremont
146. Kolsch
147. Deorro
148. Popov
149. Sander Van Doorn
150. Fatboy Slim

RELEMBRE AQUI o posicionamento da Phouse sobre o Top 100 da DJ Mag

LEIA TAMBÉM:

Pelo segundo ano consecutivo, Top 100 da DJ Mag tem três brasileiros

A quem importa o ranking da DJ Mag?

À rádio israelense, KSHMR expõe sua visão sobre o ranking da DJ Mag

Confira o lineup completo do Lollapalooza Brasil 2018

O Lollapalooza Brasil anunciou hoje seu lineup completo para 2018, e como era de se esperar, teremos atrações de peso, como Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam e The Killers.

No campo da dance music, aparecem artistas como DJ Snake, Kygo, Alok, FTampa, SEVENN, JØRD, Hardwell, Galantis, Yellow Claw, Cat Dealers, DVBBS, Alan Walker e Dillon Francis, além dos representantes de outras misturas eletrônicas como What So Not, NGHTMRE e Tropkillaz. O festival ainda conta com nomes que fazem a ponte entre o universo indie e a música eletrônica, como o LCD Soundsystem e a conceituada banda inglesa Metronomy.

Completando a grande mistura que o Lolla promove, haverá shows de Anderson Paak, Tyler The Creator, Mano Brown, Mac Miller, Lana Del Rey, Chance The Rapper e muitos outros.


O Lollapalooza Brasil 2018 acontecerá nos dias 23, 24 e 25 de março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Os ingressos (Lolla Pass e Lolla Lounge Pass) já estão no segundo lote, e clientes Bradesco possuem vantagens. Você pode encontrar mais detalhes no site oficial.

LEIA TAMBÉM:

REVIEW: Saiba o que rolou no Lollapalooza Brasil 2017

Após lotar Lollapalooza, Vintage Culture se apresentará no Somnium Music Festival

Martin Garrix, Borgore, Vintage Culture, Marshmello e muitos outros sets do Lollapalooza Brasil 2017

Descolamos o set do FLUME no Lollapalooza Brasil 2017; assista aqui

Leitores do G1 elegem The Chainsmokers como melhor show do primeiro dia do Lollapalooza

FTampa ataca de ator e protagoniza o videoclipe de “Light Me Up”

Lançado no fim de agosto via Sony Music, “Light Me Up”, o mais recente single do FTampa, ganhou agora um videoclipe. Gravado em Belo Horizonte, o clipe foi idealizado pelo próprio artista, que se inspirou em seus filmes favoritos, e também atua como protagonista da trama. “Adoro ser desafiado e foi isso o que aconteceu nesse clipe. Dessa vez, resolvi trabalhar com toda a equipe do meu escritório, desde o roteiro até a edição final, e o resultado está aí. Ficou maravilhoso e estou ansioso para ver a repercussão”, diz o mineiro, via release de imprensa.

+ “Uma composição bem diferente”; Escute o mais novo single do FTampa

+ EXCLUSIVO: FTampa homenageia Chester com remix e fala sobre depressão

“Para esse trabalho, o nosso objetivo era sair do formato clássico de clipe e trazer um pouco da linguagem do cinema. Adaptamos para a nossa realidade e com base na própria mensagem da música”, acrescenta o diretor, Bruno Paraguay. “No vídeo, deixamos no ar se o personagem principal tem ou não uma vida dupla. Quem prestar atenção vai poder sacar algumas pistas e a brincadeira que fizemos. Espero que surpreenda e que todos curtam!”

“Uma composição bem diferente”; Escute o mais novo single do FTampa

Depois de lançar pela Phouse um remix exclusivo para um som do Linkin Park — com direito a depoimento sobre o sério assunto da depressão no mundo artístico —, o mineiro FTampa ataca novamente com o single “Light Me Up”, lançado nesta sexta-feira, via Sony Music.

“Essa música tem uma vibe mais forte que os meus últimos lançamentos e uma composição bem diferente. Adorei o resultado final e espero que a galera curta junto comigo nas pistas pelo mundo”, revelou o artista, via assessoria de imprensa.

CONFIRA TAMBÉM:

EXCLUSIVO: FTampa homenageia Chester com remix e fala sobre depressão

FTampa: “Eu falhei em bandas cinco vezes; na dance music, apenas uma”

Sony fecha acordo para liberar bootlegs às plataformas de streaming

EXCLUSIVO: FTampa homenageia Chester com remix e fala sobre depressão

O mineiro FTampa está com um novo remix bastante especial: uma homenagem póstuma a Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, que deixou a comunidade musical de luto no último dia 20. O bootleg do DJ brasileiro para “Numb” é um big room que tem tudo pra agradar aos fãs, mas que está longe de ser apenas mais um lançamento. O artista revela que não somente a banda de Chester foi uma grande referência para seu trabalho, como também, no ano passado, foi vítima da doença que levou o cantor a tirar a própria vida — a depressão —, além de já ter perdido um amigo, que chama de New, pelo mesmo motivo.

Vocalista do Linkin Park comete suicídio

+ De arrepiar: Showtek faz tributo a Chester Bennington na Alemanha

Há dois anos, FTampa revelou um passado bastante trágico, em que perdeu a mãe e os avós muito cedo. Agora, junto com o seu bootleg para o Linkin Park, o DJ deu um depoimento exclusivo para a Phouse, em que fala sobre a seriedade da depressão (incluindo sua forte presença no meio artístico), e aconselha as pessoas que sofrem da mesma doença:

O Linkin Park foi muito importante na minha formação musical. Sempre toquei as músicas deles nas bandas que eu tinha, e ver o Chester desistir pela depressão foi algo que mexeu muito comigo. Mexeu porque eu já estive exatamente da mesma forma. Perdi um grande amigo no dia do meu aniversário pelo mesmo motivo e isso enche a cabeça de medo.

Eu nunca havia dado muita importância pra essa doença, até que quando eu menos esperava, ela apareceu. Eu tinha dinheiro, fama, show marcado no mainstage do Tomorrowland, morava em Los Angeles… Como isso foi acontecer? Seria por causa da minha infância difícil, perdendo minha mãe? Não existem respostas: simplesmente acontece… O meio artístico é um meio muito solitário; sua companhia muitas vezes é você mesmo, e se frustrar com algo é muito comum, afinal nem tudo são acertos. Mas isso não acontece só no meio artístico. Pode acontecer com qualquer um, e foi a pior fase da minha vida.

+ FTampa: “Eu falhei em bandas cinco vezes; na dance music, apenas uma”

Eu tive família, namorada e amigos que me apoiaram quando eu estava prestes a desistir, e fui buscar tratamento. Lutei o tempo todo pensando em desistir, sem entender por que eu tinha chegado naquele ponto, por que aquilo estava acontecendo comigo. Eu nunca chorava, eu não ficava triste… Eu só não via mais graça em nada — não queria mais tocar e nem fazer músicas.

Até que eu voltei a ver a vida de forma alegre, a ser grato por tudo que conquistei, a ter ânimo de levantar da cama e ir fazer as coisas, e a lutar cada dia mais pra que isso jamais volte. Existe uma cura, e acima de tratamentos e remédios, ela está dentro de cada um. Se eu consegui, qualquer um consegue, mas precisa ter força. Felicidade hoje é um sentimento raro pra quem sempre pensa nos problemas. Você tem que enxergar o outro lado.

Em tudo que forem fazer, sejam fortes, e caso a vida perca a graça, procure ajuda. A vida é pra ser vivida e amada. Você tem muita gente que te ama. Essa é minha homenagem pra duas pessoas: Chester e New! Ambos me inspiraram muito em como ver a vida e eu espero que ambos estejam felizes do jeito que merecem ser. Obrigado por todos os ensinamentos.

LEIA TAMBÉM:

O DJ de techno Ben Pearce é mais um músico a revelar a gravidade da depressão

Mais de 60% dos artistas já estiveram em depressão, diz estudo

Porter Robinson revela problemas com a depressão e anuncia mais músicas para este ano

deadmau5 revela estar com depressão

Ouça agora “Glowing”, a nova música de FTampa

O povo de Minas Gerais tem fama de ser sossegado e “comer quietinho pelas beiradas”, mas o mineiro Felipe Tampa, conhecido popularmente como FTampa, é totalmente o oposto desse conceito. Em rápida ascensão, o DJ não para de produzir novos trabalhos e acaba de lançar, no último dia 26, pela Sony Music, o singleGlowing”, que promete o mesmo sucesso de seu vasto e famoso repertório na cena eletrônica mundial, e terá um clipe produzido em breve.

“Eu não consigo ficar sem trabalhar, amo produzir minhas músicas e quando é um single tenho ainda mais responsabilidade. O resultado ficou perfeito, bem dançante, daquelas que a gente fecha os olhos e solta o corpo junto com a batida. Acho que o público vai curtir muito”, revela o DJ produtor, nascido na cidade de Conselheiro Lafaiete.

A crescente linha de popularidade de FTampa já o fez elaborar o remix da música “Make me”, a convite da cantora norte-americana Britney Spears. Ele foi o primeiro brasileiro a tocar no Tomorrowland da Bélgica, tido como o maior festival de música eletrônica do mundo, e teve a música “Love is all we need”, com vocal da cantora Anne M., lançada no último mês de março, como a quinta da Sony Music mais adicionada em playlists de onze países no Spotify, poucas horas após o lançamento. No Youtube, a faixa já tem mais de um milhão e meio de views, em pouco mais de um mês.

Além dessa, outras duas de suas tracks estão dando o que falar. O clipe de “Our way” tem mais de um milhão e setecentas mil visualizações e quase sete milhões de audições no canal digital, onde também a música “Stay” já foi ouvida por quase seis milhões de pessoas. Essas duas são mais uma parceria entre as gravadoras Sony e Ultra Music. Além disso, produziu a nova versão de “Vida Real”, tema do BBB, a convite do cantor Paulo Ricardo. Os dois se apresentaram juntos na casa, durante a festa realizada para os participantes, em fevereiro. E agora, “Glowing” chega para brilhar, como o seu próprio título demonstra.

https://www.youtube.com/watch?v=v7Uut50sOWQ

Faça parte da maior plataforma de música eletrônica do Brasil! Curta nossa página no Facebookinscreva-se em nossa newsletter.

Uma nova era e um novo show: A LIGA comemora 6 anos neste sábado no P12

Neste sábado, dia 20 de maio, o coletivo de DJ’s mascarados A Liga comemora seis anos de estrada com show no P12, em Jurerê Internacional.

A celebração marca também o lançamento da turnê Revolving. São anos de muitas histórias e a expectativa para um novo tempo que está chegando, com novo show, novas máscaras, novas músicas e muitas surpresas.

Nesse dia, eles receberão amigos e DJ’s convidados, entre eles o mineiro Ftampa, que foi o 1ª DJ nacional a se apresentar no palco principal do Tomorrowland na Bélgica; o projeto Gannah, da cantora Pri Brenner – que já participou do The Voice, e do DJ e produtor Bruno Fogliato; o DJ Dyve, que está com sua música Light That’s Never Fading na novela Rock Story, na Rede Globo; e o residente André Maran.

A música eletrônica começa a conquistar a TV brasileira

A aparição de Alok, Bruno Martini e Zeeba na TV aberta é mais um sinal de que a música eletrônica começa a ganhar um espaço inédito no país.

Para quem vive ou acompanha de perto o cenário, o crescimento da música eletrônica brasileira nos últimos anos é uma curva acentuada para cima, mesmo com recessão econômica e afins. Para os observadores mais distantes, porém, se antes era possível constatar esse fato pela realização de grandes festivais, agora basta ligar a televisão.

Na última semana, Alok, Zeeba e Bruno Martinio trio responsável pelo hit “Hear Me Now” — a música brasileira mais tocada no Spotify até hoje, tendo chegado a entrar no Top 25 mundial —, foi entrevistado por Danilo Gentili no seu talk show The Noite, em programa que foi ao ar na última sexta-feira pelo SBT. De quebra, o trio aproveitou pra lançar em primeira mão sua nova faixa, “Never Let Me Go”.

E Alok, Zeeba e Bruno Martini não foram os únicos a pisarem por lá não. O trio Make Ü Sweat já tinha ido ao programa muito mesmo antes, em setembro do ano passado, confira:

Há alguns anos já era possível notar que canais como MTV, Multishow, Bis e Band começavam a despertar seus olhares para a música eletrônica, realizando transmissões de grandes festivais como Tomorrowland e Lollapalooza — este rendeu uma boa audiência recentemente, com apresentações de artistas como The Chainsmokers, Martin GarrixFlume e Vintage Culture —, sem esquecer de programas como Dance Paradise e Pânico, que constantemente têm tocado faixas como “Carioca”, dos artistas Joe Kinni e JAKKO.


LEIA TAMBÉM: O antes, o agora e o futuro de um prodígio Carioca


Além disso, por aqui tivemos também alguns dos nomes que invadiram as telinhas com suas músicas fixadas em temas de novelas e até reality shows, como é o caso de FTampa, um dos artistas da EDM nacional de maior destaque no exterior, que fez um remix para a popular canção “Vida Real”, de Paulo Ricardo. A faixa original do cantor foi tema do Big Brother Brasil desde a primeira edição, em 2000, e agora substituída pela versão do produtor mineiro, passando a ser reproduzida inúmeras vezes ao dia na emissora da Rede Globo. 

E não foram só esses nomes que alcançaram a TV brasileira através de suas produções — podemos citar outros três que fazem parte dessa história de forma memorável: Tiko’s Groove, Elekfantz e Johnny GlövezEles emplacaram hits em novelas da Globo — respectivamente, “I Don’t Know What to Do” em Insensato Coração, “Diggin’ On You” em A Regra do Jogo e “Don’t Wanna Touchdown”, em Babilônia (com direito a pontinha em episódio), e “In My Way” em Malhação.

Sim, ainda contamos nos dedos as participações dos expoentes da dance music tupiniquim no mainstream da cultura pop nacional, mas é possível observar que esse movimento vem se acentuando — um movimento que começou lá atrás, com expoentes como o DJ Meme, que fez os primeiros remixes brasileiros para as rádios nos anos 80, produziu grandes nomes como Lulu Santos e apareceu há cinco anos em rede nacional mandando o beat ao vivo pra acompanhar o “Rei” Roberto Carlos.

Atualização:

Além da aparição do Meme, fomos surpreendidos com um outro grande destaque pelo nosso leitor DJ Raffael Carvalho; DJ Patife, DJ Marky, DJ Mau Mau, Mad Zoo & Xrs no Fantástcio – TV Globo:

Logo, aquilo que parecia um ponto isolado vai pouco a pouco ganhando mais espaço, e não será nada estranho termos em breve Alok, Vintage Culture e outros nomes populares em programas como Faustão e Caldeirão do Huck. Tudo indica que teremos, cada vez mais, a EDM brasileira ocupando o horário nobre televisivo do país. LEIA TAMBÉM:

No Brasil, a EDM não morreu, ela apenas foi adaptada

Como a crise e as mudanças de mercado geraram um novo perfil de festivais no Brasil

“Música não é competição, é arte”; uma entrevista exclusiva com o duo Elekfantz

Johnny Glövez emplaca duas músicas em novelas e consolida momento de explosão profissional

“Sem solidez, sem profundidade, não há futuro”; uma entrevista com o lendário DJ Meme

Faça parte da maior plataforma de música eletrônica do Brasil! Curta nossa página no Facebookinscreva-se em nossa newsletter.

Confira os DJs brasileiros que estão presentes no Miami Music Week

Começou ontem o Miami Music Week, um dos mais importantes eventos da indústria da música eletrônica, que engloba palestras, workshops e milhares de festas com os mais variados DJs do planeta.

A programação do evento vai até o dia 26, tendo como festa de encerramento o último dia do Ultra Music Festival, que acontecerá a partir do dia 24.

Como de costume, todos os anos diversos artistas brasileiros embarcam rumo ao evento, alguns para tocar e muitos outro apenas para participar, curtir e fazer networking. Abaixo você confere alguns dos nomes que estarão durante a semana no evento:

ANNA: A brasileira que conquistou o mundo se apresenta no dia 23 de março na Treehouse Miami e no dia 24 no Ultra Music Festival.

Alok: Fora do Ultra Music Festival, o brasileiro autor do sucesso “Hear Me Now”, com Bruno Martini e Zeeba, se apresenta no dia 22 no A Sixty Hotel e no dia 24 na LIV Nightclub.

FTampa: O mineiro se apresenta no dia 21 na Miami Massive, com o nosso amigo belga Mark Ursa, e no dia 24 na The Pool At Epic.

Kiko Franco: Com recorde de datas entre os nomes citados, o DJ se apresenta por diversas festas pela cidade. Entre elas, uma do club Posh, de Floripa, e outra do EDX. 22 – World Club Dome – W Hotel / 23 – The Amazing Seta / 24 –  Posh – Baôli  / 25 – Squad Goals – The Cape / 25 – We Are Miami – Shelborne Hotel.

Rodrigo Vieira + ROD B: Dia 22 na We Love Brasil, com nomes como Marcos Carnaval e Diego Miranda.

Roots & Shachez: Miami Massive, dia 21.

Jetlag: ….

Faça parte da maior plataforma de música eletrônica do Brasil! Curta nossa página no Facebookinscreva-se em nossa newsletter.

Ouça “Love is All We Need”, nova música do FTampa com os vocais da cantora Anne M

Foi lançado nessa semana através da Sony Music “Love is All We Need”, a mais nova faixa do brasileiro FTampa, que conta com vocal e composição da cantora paulista Anne M.

Em poucos dias de lançamento, o trabalho já faz sucesso em diversas playlists do Spotify ao redor do mundo e promete trazer bons frutos para carreira do produtor, que vem a cada dia mais surpreendendo com sua evolução criativa.

“Estou muito feliz com essa notícia e só agradeço por tudo que está acontecendo na minha carreira. Nos dois últimos anos, venho mudando a pegada do meu som, deixando um pouco mais pop. Um amigo, Leonardo Sodano de Araújo, empresário da Anne, que é uma cantora super talentosa, me mandou algumas composições dela, e não tive dúvidas na escolha. A letra representa o momento atual em que vivemos, de muito preconceito e intolerância, e como diz o nome, em português, ‘amor é tudo o que a gente precisa’. Por isso, que acho que as pessoas já começaram a se identificar com a mensagem e estão curtindo”, disse FTampa:

Abaixo você escuta “Love is All We Need”, de FTampa com Anne M:

FTampa produz nova versão da música tema do BBB com o cantor Paulo Ricardo

De 2016 pra cá, a carreira de Felipe Tampa, o FTampa continua como um grande meteoro. Depois de ser o primeiro brasileiro a tocar no palco principal do Tomorrowland da Bélgica, em julho, remixar música da norte-americana Britney Spears e lançar duas tracks seguidas que já são sucesso, a próxima parada do DJ e produtor será o BBB 17 (Big Brother Brasil), da TV Globo. Ele acaba de produzir, a convite do cantor Paulo Ricardo, a nova versão de “Vida Real”, tema da atração, que estreia na noite desta segunda, 23.

“Eu tive a oportunidade de trabalhar com o Paulo na produção de “Juntos” e foi uma experiência muito bacana. E, desta vez, não foi diferente, topei na hora porque sabia que seria um projeto legal de se fazer, ainda mais com um artista nota 10 como ele. A música ficou com uma base mais atual na pegada eletrônica, mas bem puxada para o pop. Tentamos fazer uma vibe que tivesse a cara do Brasil com um som mais pra cima. Eu estou adorando o resultado e tenho certeza de que vocês vão curtir também!”, diz ele, que tem mais de um milhão de ouvintes mensais no Spotify e DJ número um do serviço digital, no Brasil, além de 900 mil curtidas em sua página do facebook. O estilo único e extremamente original de produzir as suas músicas, fez dele, um dos artistas mais reconhecidos do cenário nacional e internacional da música eletrônica.

Os últimos lançamentos do mineiro FTampa, estão dando o que falar. A mais recente, “Our way” com vocal e composição da cantora Kamatos, alcançou quatro milhões de streamings no Spotify, aonde também a música “Stay”, interpretada pela britânica Amanda Wilson, já foi ouvida por mais de cinco milhões de pessoas. Os dois têm quase um milhão de visualizações, cada, no youtube. Outra track que já é sucesso nas pistas, é o remix da canção “Make me”, da norte-americana Britney Spears.

O mineiro de Conselheiro Lafaiete já teve uma banda de rock, mas começou a se apaixonar pela música eletrônica, em 2010, quando resolveu entrar de cabeça na carreira. De lá pra cá, já representou o Brasil em todos os continentes do mundo, em países, como os Estados Unidos, Dubai, Austrália, Índia, Nova Zelândia, entre outros, e tocou em importantes festivais, no Brasil e exterior, como no ano passado, no Rock in Rio, de Las Vegas, Life In Color Ibiza e em dois palcos do Tomorrowland Brasil, incluindo o principal. Também esteve no Lollapalooza, em São Paulo, e no americano Burning Man.

É isso, como tá dizendo aí: Mais um passo! Hoje estréia pra valer Big Brother Brasil e to ansioso por esse momento. Vcs…

Posted by FTAMPA on Tuesday, January 24, 2017