Em nova entrevista, CEO fala sobre EDC e sua paixão pelos festivais

Pasquale Rotella conversou com a Forbes

Tudo tem um começo, meio e fim, mas a era dos festivais parece que não tem data para acabar e vive atualmente seu melhor momento, segundo o CEO da Insomniac Events, Pasquale Rotella.

Em entrevista à Forbes, ele falou sobre seu pioneirismo na época em que não existiam festivais na América, há mais de 25 anos, e que fundou a empresa em 1993 pelo seu amor por festas e também pela “morte do underground”. Embora ele tenha consciência de que a EDM não seja mais tão comercial como há três ou quatro anos, os eventos da Insomniac continuam a atrair multidões. O último EDC em Las Vegas, por exemplo, reuniu mais de 450 mil pessoas.

Pasquale
Foto: Reprodução

Ao ser questionado pelo entrevistador Steve Baltin sobre o que mantém as coisas frescas e desafiadoras para ele, Rotella responde: “Preciso estar entretido. Construí esses eventos para mim e claro, pensando nos outros. Mas como sou fã, eu faço como eu gostaria que eles fossem se eu pudesse ser um dos participantes”. É assim que tecnologia, arte, cultura, novas músicas e ideias sempre se renovam em suas festas de forma inovadora.

Mesmo após quase 30 anos e a construção de um negócio gigante, Rotella diz que ainda se sente o mesmo: “Estou muito animado. A ideia de levar as coisas para outro nível é emocionante. Eu quero e faço tudo o que puder para que isso aconteça”, explicou, dizendo que não gostaria de ir ao mesmo EDC ano após ano.

Em outro ponto da entrevista, o big boss da Insomniac fala sobre Alison Wonderland, artista que se tornou uma das estrelas do cenário: “Fico muito animado em presenciar a evolução dela. Tenho visto muitas carreiras crescerem e me sinto parte de muitas dessas por ter essa plataforma. Poder colocá-las na frente de tantas pessoas é uma bênção”.

Rotella termina a entrevista com sua própria visão do contexto atual, dizendo que seus eventos não param de crescer. “As pessoas por aí estão realmente interessadas nisso. Houve uma explosão da dance music anos atrás que a deixou muito na moda. E isso passou. O estranho é que não ficou menor para nós, ficou maior. Há menos pessoas envolvidas no setor e ficou menos popular comercialmente, mas estamos melhores do que nunca”, finaliza.

  • Patrocinado:Clique aqui para inscrever-se no Burn Residency 2019 e ter a oportunidade de alavancar a sua carreira.

Coreia do Sul receberá sua primeira edição do EDC

Festival ainda não tem lineup nem datas definidos

O já colorido parque de Seoul Land ganhará ainda mais vida, música e diversão no próximo ano. A Insomniac anunciou que, pela primeira vez, a Coreia do Sul receberá o renomado festival Electric Daisy Carnival, em Seul.

O fundador e CEO da Insomniac, Pasquale Rotella, disse algumas palavras em um comunicado à imprensa: “Neste momento, há uma energia em torno da dance music na Coreia do Sul que nos inspira a levar o EDC para lá. Temos um ótimo local, um parceiro incrível e uma comunidade que está abraçando a cultura eletrônica de uma forma animadora”.

O festival vem de um ano de muito sucesso com outras edições ao redor do mundo, como foi em Orlando, Las Vegas, Tóquio e nas cidades chinesas de Guangdong e Shanghai. Vale lembrar que o mercado asiático vem crescendo muito em relação à dance music, e uma edição do EDC na Coreia ratifica essa expansão.

Ainda sem lineup e datas definidas, a edição possui um hotsite onde mais informações podem ser conferidas.

LEIA TAMBÉM:

Conquistando a Ásia: DJs brasileiros falam sobre o novo polo da música eletrônica

Linha dura: DJs foram proibidos de usar “linguagem ofensiva” no EDC China

Confira o trailer do EDC Las Vegas 2019

Às vésperas do EDC, Insomniac lança compilação

Ultra Taiwan anuncia sua própria criptomoeda

Confira o trailer do EDC Las Vegas 2019

Venda dos ingressos abre nesta sexta-feira

Nesta semana, a organização do Electric Daisy Carnival soltou o trailer oficial para a edição do ano que vem. Com quase oito minutos de duração, o vídeo mostra toda a vibe enérgica do evento, que mistura acampamento de verão, música eletrônica, performances artísticas, instalações e conceito circense.

Nesta quarta-feira, 26, a partir do meio-dia de Las Vegas (16h em Brasília), o famoso CEO do rolê, Pasquale Rotella, vai responder perguntas dos fãs no Reddit, através deste link.

O EDC 2019 rola mais uma vez no Las Vegas Motor Speedway, entre os dias 17 e 19 de maio. A venda dos ingressos começa nesta sexta-feira, 28, a partir das 10h PST (14h em Brasília), pelo site oficial.


Tracklist:

  1. Dombresky + Tony Romera – “ID”
  2. Tommy Trash, Nick Catchdubs – “OMG” (feat. Moosh & Twist)”
  3. AC Slater – I Wanna Show You
  4. FM-3 – Non Stop (Guau Remix)
  5. Chris Lorenzo – “Moogy”
  6. Haus of Panda – “Back 2 the Sound”
  7. Sudden Death & AFK – “BZZRK”
  8. Seven Lions, Tritonal, & Kill The Noise – “Horizon” feat. Haliene

LEIA TAMBÉM:

Às vésperas do EDC, Insomniac lança compilação

Novo trailer do EDC Las Vegas foca em inclusão: “Todos são bem-vindos”

Pasquale Rotella promete “grandes mudanças” para o EDC Las Vegas

Novo trailer do EDC Las Vegas foca em inclusão: “Todos são bem-vindos”

O festival rola entre 18 e 20 de maio, na Las Vegas Motor Speedway

A Insomniac Events publicou ontem (21) o trailer da próxima edição do Electric Daisy Carnival, que rola em maio, em Las Vegas. Com pouco mais de três minutos, o vídeo foca em conceitos que sempre estiveram atrelados à cultura das pistas de dança: inclusão, igualdade, respeito e amor.

“Você não está sozinho”, diz a narração. “Tantos tipos diferentes de pessoas que se reúnem como se fossem um só, sob o ‘electric sky’, para celebrar a liberdade, a alegria, para se conectar com a música e com os outros.”

+ CLIQUE AQUI para conferir o lineup completo e a divisão por palcos do EDC

Com cenas de edições anteriores, mostrando não só a diversidade de ambiências do festival, como sobretudo a diversidade de pessoas, o filme também chamou a atenção por incluir um beijo gay e falar diretamente com esse público — algo que poderia ser trivial e passar batido, mas que se destaca justamente porque, nas campanhas promocionais desses grandes festivais de dance music, ainda é incomum.

“Todos são bem-vindos aqui. Não importa quem você é ou da onde veio; não importa a cor da sua pele; não importa se você é ‘L’, ‘G’, ‘B’, ‘T’, ‘Q’, ‘I’ ou ‘A’, ou quem quer que você escolha ser”, continua o texto. Um usuário do YouTube chegou a agradecer nos comentários: “Obrigado, Pasquale [Rotella], por incluir um pouco de amor LGBTQ num vídeo da Insomniac. Tenho frequentado seus eventos por anos e ainda não sentia que minha comunidade estava sendo devidamente abraçada nos trailers. Esperei muito tempo por isso!”.

“Você é o EDC, e está é a sua casa”

EDC Las Vegas, enfim, anuncia as esperadas mudanças

Depois de muito anunciar que anunciaria mudanças para o Electric Daisy Carnival do ano que vem, Pasquale Rotella enfim desembuchou. As principais novidades consistem em uma nova data: o EDC 2018 será nos dias 18, 19 e 20 de maio, uma semana antes do que costumava ser. Pensando no trânsito — uma dos principais problemas da última edição, marcado por congestionamentos e atrasos —, o festival terá agora um acampamento na Motor Speedway, em um local separado e com todo conforto. Serão criados “soundcamps” com espaços temáticos, lojinhas e afins — e até tendas com ar-condicionado estarão no pacote.

+ Pasquale Rotella promete “grandes mudanças” para o EDC Las Vegas

+ De Martin Garrix a Nicole Moudaber: confira mais de 20 sets do EDC

Também para a próxima edição, a área cosmicMEADOW irá receber cerimônias de abertura todos os dias antes dos portões se abrirem, criando mais uma solução para dispersar o tráfego intenso e concentrado de veículos. Quanto ao transporte oferecido pelo evento, este foi repassado para um terceiro — “uma empresa especializada nos maiores eventos de música e esporte no país”, segundo o anúncio oficial de Rotella.

Insomniac estuda mudar a data do EDC, segundo Pasquale Rotella

Durante o último Electric Forest, o CEO da Insomniac Events, Pasquale Rotella, alegou que haveria grandes mudanças para o próximo Electric Daisy Carnival, principal evento da produtora.

Mais recentemente, em entrevista ao Las Vegas Review Journal, o CEO cogitou mudar a data do EDC. “Já exploramos várias opções de data, mas nenhuma decisão foi feita. Podemos acabar fazendo o evento novamente em junho, mas estamos considerando a possibilidade de mudança”, disse Rotella.

O EDC já é marcado para o período da noite, tendo em vista as temperaturas muito elevadas na região do Las Vegas Motor Speedway. Neste ano, houve muitas chamadas médicas, além da infeliz morte de um frequentador, aparentemente por desidratação.

+ Pasquale Rotella promete “grandes mudanças” para o EDC Las Vegas

+ Homem morre no EDC com temperatura corporal elevada

Pasquale Rotella promete “grandes mudanças” para o EDC Las Vegas

O Electric Daisy Carnival deste ano foi um divisor de águas para a Insomniac Events. Foram quase 140 mil pessoas por dia durante três dias e não faltaram problemas para resolver ao longo do festival.

Apesar de toda preparação envolvida, houve dificuldades com o trânsito na região e também com o sistema de shuttles, que este ano foi feito pela própria Insomniac, em vez de serviços terceirizados. Porém as mais de mil ligações solicitando atendimento médico, além de uma infeliz morte supostamente causada pelas elevadas temperaturas, voltaram a atenção da produtora de eventos para redução de danos.

+ Produção do EDC se pronuncia sobre morte de frequentador

O CEO da Insomniac, Pasquale Rotella, dificilmente foge da raia, e além de ter se pronunciado sobre os problemas o EDC deste ano, recentemente fez uma transmissão ao vivo no seu Instagram durante o festival Electric Forest, e disse que “grandes mudanças” no EDC Las Vegas estão por vir. “Eu vou anunciar as mudanças para o EDC Las Vegas em breve. Estou rabiscando algo aqui no EForest”, comentou. “Estive pensando a respeito e é hora de fazer algo diferente.”

Entre as possíveis novidades, as mais especuladas são uma possível mudança de local — o que ajudaria a amenizar o problema das altas temperaturas desérticas de Nevada — e a possibilidade do EDC se transformar em um festival com dois fins de semana. Esta ideia é cogitada ano após ano, mas muitos a desconsideram, tendo em vista que os ingressos deste ano não se esgotaram.

+ Mais confusão no EDC: DJ Khaled afirma ter sido sabotado

+ De Martin Garrix a Nicole Moudaber: confira mais de 20 sets do EDC

Armin Van Buuren substitui Avicii em festival americano

avicii-1024x810

Os problemas de saúde de Avicii estão fazendo os festivais do mundo, que tinham confirmado o sueco entre as atrações, escolherem novos artistas para substituí-lo. Depois do TomorrowWorld, que colocou Kygo no lugar de Tim Berling, agora foi à vez do Escape: Halows’ Eve trocar Avicii por Armin Van Burren.

A confirmação foi feita pelo CEO da Imsomniac Events, Pasqualle Rotella. “Estou feliz por confirmar que Armin Van Buuren fechará o Escape”, escreveu no Twitter.

Veja a imagem abaixo com todas as atrações:

Escape

EDC rende 322 mi de dólares a Las Vegas

edc las vegas

Eventos de música eletrônica já são investimentos totalmente lucrativos. Uma resposta para essa afirmação vem do EDC, Las Vegas, que aconteceu no mês de junho. Segundo a imprensa americana, o festival de três dias recebeu aproximadamente 322 milhões de dólares para a economia de Las Vegas. A estimativa superou a programada e foi maior que o ano passado. Segundo dados do evento, mais de 400 mil pessoas foram até a cidade de Las Vegas durante o festival.

Uuma pesquisa da Insomniac, produtora do EDC, os participantes do evento gastaram mais de 158 milhões de dólares. O impacto de uma grande produção em qualquer cidade é gigantesco, o manager da Insomniac, Pasquele Rotella é um dos responsáveis por divulgar a música eletrônica em todo mundo. Além do EDC, a Insomniac é responsável por produzir diversas baladas em todo mundo com grandes artistas da cena eletrônica.