Solomun voltará ao Brasil em novembro

DJ não se apresenta no país desde o final de 2018

Depois de um ano, o DJ bósnio Solomun voltará ao Brasil. O DJ se apresentará na ARCA — espaço cultural de São Paulo inaugurado em outubro, que recebeu recentemente edição do Circoloco —, no dia 19 de novembro.

O anúncio acaba de ser feito pelo Instagram de Luiz Eurico Klotz, sócio da ARCA e da Plusnetwork. Mais informações em breve.

ERRATA: Solomun completará um ano sem tocar no Brasil, e não dois, conforme escrevemos originalmente. As últimas gigs do artista no país foram no final de outubro, em showcases da sua Diynamic que rolaram no Warung e no Laroc.

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Solomun

Renascimento: após sair da Steyoyoke, BLANCAh celebra nova fase em selo britânico

Prestes a lançar EP pela Renaissance, a brasileira fará sua estreia no Reino Unido, ao lado de Solomun

Depois de anos de ascensão, 2018 foi um pouco mais complicado para a BLANCAh. Foram poucos lançamentos e algumas dores de cabeça que culminaram com sua saída da Steyoyoke, selo alemão que vinha sendo sua casa — e sua família, como ela mesma dizia — desde o início do projeto.

Passada a turbulência, ela está voltando ao caminho que vinha trilhando, e com novidades importantes. A produtora catarinense fechou com a label britânica Renaissance, conhecida por suas famosas compilações com expoentes do cenário underground, como Maceo Plex, Tale of Us, Hernán Cattáneo, Sasha, John Digweed e o brasileiro Gui Boratto.

Podcast lançado pela Renaissance nesta semana marca a nova era de BLANCAh

O primeiro lançamento da artista pelo “novo lar” será no final de maio: um EP chamado Cold Lights, com a faixa título (que, inclusive, leva também os seus vocais) e uma versão dub. Antes disso, as boas-vindas serão em grande estilo. No dia 17 de maio, BLANCAh fará parte do lineup da festa Renaissance Birmingham Part II, em que ninguém menos que Solomun será o headliner. Esta será a sua primeira data no Reino Unido.

“Nem imaginava estar alcançando tudo isso agora. O nome ‘Renaissance’ faz muito sentido nesse momento: o destino, ou o acaso, ou seja lá o que for, escolheu a dedo, porque me sinto nesse momento de renascimento, de sair da minha antiga gravadora, de experimentar aquele gosto de quase morte — porque não deixa de ser um luto o que a gente vive nessas trocas, até porque foi um término não tão agradável —, e poder ter a possibilidade de renascer, de voltar pra cena como produtora de novo, numa gravadora tão emblemática”, contou BLANCAh à Phouse.

LEIA TAMBÉM:

“Na Steyoyoke, tudo o que eu criava, o pessoal assinava embaixo e lançava, mas agora eu estou diante de um novo modus operandi, em que eles dão feedback, pedem mudanças. Esse processo todo foi angustiante pra mim, em vários momentos me deixou infeliz [risos], porque sempre me vi mais como uma artista me expressando do que tendo que me adequar com alguns padrões. Mas acredito que é o início de uma jornada nova, em que tenho ainda minha identidade musical, mas com uma pegada um pouco mais adequada ao que o mercado vem consumindo no meu segmento”, explicou.

Ainda para este ano, há também a previsão de um novo álbum — sucessor de Nest —, que já se encontra em processo avançado. E aqui ela destaca que teve 100% de liberdade para fazer do seu jeito. “Estou feliz por conseguir manter um equilíbrio na minha produção, podendo me expressar da forma que eu quero e chegar num resultado interessante”, concluiu.

* Flávio Lerner é editor da Phouse.

Cercle chega ao Brasil trazendo duo ucraniano ao Pão de Açúcar

Performance no cartão postal do Rio terá ainda Luciano Scheffer e Paulo Foltz

ATUALIZAÇÃO: O evento foi adiado para o dia seguinte. Saiba mais aqui.

A Cercle, famosa iniciativa global que transmite belas imagens de DJs tocando em lugares inusitados, está prestes a invadir o Brasil. Em parceria com a produção local da Sintese Agency, a label vai, pela primeira vez, realizar uma transmissão em nosso país — mais precisamente, no topo do Pão de Açúcar, um dos cartões postais do Rio de Janeiro.

O protagonista desse set com visão privilegiada da baía fluminense é o duo ucraniano Artbat, formado por Artur e Batish, que recentemente se tornou num dos projetos mais populares dos charts de Melodic House & Techno do Beatport. O warmup e o encerramento ficam por conta de dois expoentes do underground nacional: Luciano Scheffer e Paulo Foltz, respectivamente.

A transmissão vai rolar nesta segunda-feira, dia 11, a partir das 17h, pela página da Cercle no Facebook. Os convites, gratuitos para quem se registrou em tempo hábil, já se esgotaram. Ao final das apresentações, como de praxe, os artistas serão entrevistados, com direito a participação direta do público pela internet.

Relembre alguns dos sets marcantes transmitidos pela Cercle:

Confira os vencedores do DJ Awards 2018

Cerimônia rolou na terça-feira, na Heart Ibiza

Um dos prêmios de maior prestígio na indústria da música eletrônica, a edição de 2018 do DJ Awards foi celebrada nessa terça-feira, dia 11, em Ibiza. Com a festa realizada na Heart Ibiza, a 21ª edição da cerimônia trouxe como tema a era disco e premiou artistas e labels em 27 categorias diferentes.

Os prêmios são oferecidos após levantamento de votos de fãs, além de um prêmio especial da indústria que é escolhido por um painel de profissionais de música. A novidade para a edição de 2018 foi a divisão de quatro categorias (house, tech house, trance e techno) em “Artista” e “Mestre”, aumentando o número de premiados.  

Dentro da categoria “Mestre”, ganharam Roger Sanchez (house), Jamie Jones (tech house), Paul van Dyk (trance) e Joseph Capriati (techno). Já na prateleira “Artistas”, CamelPhat (house), Patrick Topping (tech house), Ben Nicky (trance) e Ilário Alicante (techno) foram os vencedores.  

Solomun (Melodic House & Techno”), Black Coffee (deep house), Hernán Cattáneo (progressive house), Andy C (bassDJ Koze (“Electronic & Downtempo”), Carl Cox (DJ Internacional) e Stephan Bodzin (live) foram outros grandes nomes premiados por voto popular.

Já nos “Special Industry Awards”, concedidos a partir de um juri especializado, nomes como Sven Väth (“Realização Notável”, por seus 30 anos de carreira), Masters at Work (“Pioneiros da Música Eletrônica”), RESISTANCE (“Noite de Ibiza”), “Your Mind”, de Adam Beyer e Bart Skils (“Faixa da Temporada”), e a Argentina (“Nação da Dance Music”) foram homenageados.

Confira a lista completa:

Arte: Divulgação

Solomun brilha em set e videoclipe dentro do universo de “GTA”

Clipe de “Customer Is King” traz o DJ como protagonista do game

Lembra-se das novidades do Grand Theft Auto V, que adaptou uma nova versão online do jogo, incluindo vida noturna? Então, os primeiros resultados da versão “After Hours” já saíram, e incluem um set virtual completo do Solomun tocando no game, além do lançamento do clipe de “Customer Is King” — faixa-título do primeiro EP do croata em um bom tempinho —, criado dentro do jogo.

No videoclipe, Solomun chega a Los Santos, a cidade fictícia do universo do GTA, e tem que cumprir missões enquanto a criminalidade corre solta. Confira o resultado:

E você ainda pode conferir um set inteirinho, de uma hora e meia, do Solomun virtual quebrando tudo em sua nova residência. As imagens foram extraídas do próprio jogo.

Boiler Room? Não, é o “GTA V”!

A atualização também inclui a estação de rádio Los Santos Underground Radio (LS-UR), que apresenta mixes exclusivos dos DJs envolvidos na nova parceria: além do croata, Dixon, Tale of Us e The Black Madonna  que, inclusive, aparece em trailer recente apagando um policial com um soco. É mole?

LEIA TAMBÉM:

“GTA V” tem novo clube com astros do underground

Laroc anuncia lineup para o Diynamic Festival São Paulo

Solomun volta com novo EP depois de três anos

Solomun pede desculpas por samplear reza islâmica

DJ alega não saber que música tocada continha canto muçulmano

No Facebook, Solomun veio a público para se desculpar a todos os muçulmanos por ter tocado uma faixa com um “azan” — canto que os muçulmanos usam para chamar à oração — em seu set no Kappa Futur Festival, que rolou nesse último sábado em Turim, na Itália.

No texto, o DJ disse que o som foi “um grande erro”, explicando que se tratava de uma demo que ele havia recebido, e que ele só tinha ouvido a batida e gostado dela, por isso a acrescentou no set. “Não, eu não sabia do que se tratava, mesmo quando a faixa estava sendo tocada no festival, mas senti que algo estava fora de lugar, embora eu não entendesse a linguagem”, declarou.

“Agora que eu entendi o que aconteceu, quero pedir o seu perdão: do fundo do meu coração, me desculpo por ferir sentimentos religiosos. Como eu também sou uma pessoa religiosa, nada poderia ser mais distante das minhas intenções. Estou muito envergonhado por isso”, seguiu. “A música existe para conectar as pessoas, e não para criar mágoas ou deixar as pessoas irritadas. Estou devastado e arrependido por não ter conseguido evitar isso no sábado.”

A confusão se deu porque o islã considera ofensivo misturar elementos tradicionais da sua religião com outros tipos de manifestação cultural. Como a Mixmag lembrou, no ano passado o clube El Guitone, na Tunísia, fechou suas portas depois que o DJ britânico Dax J tocou um sample do canto islâmico, assim como o Gärten, na capital do Líbano, também foi temporariamente fechado depois que o alemão Acid Pauli sampleou versos do Corão. A questão também é abordada no filme Raving Iran, que traz a história real de dois DJs iranianos que abandonaram sua terra natal para poderem se dedicar à música eletrônica.

LEIA TAMBÉM:

Solomun voltará com novo EP depois de três anos

Por favor, alguém traga este filme e estes DJs iranianos para o Brasil

O Seth Troxler profanou o Templo com um loop de funk; queimem o herege!

Amsterdam Dance Event revela primeiros artistas para 2018

O evento espera reunir até 400 mil pessoas

Maior conferência mundial de festivais e negócios para música eletrônica, o Amsterdam Dance Event anunciou a primeira seleção de artistas para 2018. A lista é grande, já que a programação de eventos inclui baladas e eventos em mais de cem lugares.

Entre os nomes já divulgados estão Bonobo, Charlotte de Witte, Ben Klock, Chris Liebing, Jeff Mills, Derrick May, Joseph Capriati, Laurent Garnier, Solomun, Martin Garrix, David Guetta, Hardwell, Nicky Romero, Paul Oakenfold, Nina Kraviz, Luciano, Orbital, Claptone, Peggy Gou, Dubfire, Dixon, DJ Koze, Helena Hauff, Floating Ponts, Sven Väth, Tom Trago, Leon Vynehall, Maya Jane Coles e Richie Hawtin. Confira a lista:

ADE 2018

Nesta 23ª edição, os organizadores esperam receber um número recorde de 400 mil visitantes. Programado para outubro, o encontro oferece arte, cinema e fotografia, além, claro, de muita música, networking e conversas sobre as últimas tendências do mercado.

O Amsterdam Dance Event 2018 engloba vários locais, assim como programações simultâneas, mas a maioria dos painéis e palestras acontecem pelo segundo ano no Teatro Nieuwe DeLaMar, entre 17 e 21 de outubro.

+ Amsterdam Music Festival terá novo B2B inédito entre estrelas da EDM

“GTA V” tem novo clube com astros do underground

Solomun, Black Madonna, Dixon e Tale of Us aparecem em atualização do game

Mais uma novidade para os gamers que curtem dance music: o GTA V vai trazer vida noturna a Los Santos, a cidade fictícia do jogo. O game incluiu a opção de montar um clube na modalidade online, e entre os residentes para a balada virtual estão Dixon, The Black Madonna, Solomun e Tale of Us.

A Rockstar Games anunciou a parceria recentemente, com um vídeo teaser mostrando os avatares dos DJs que farão parte do jogo. A publicação foi compartilhada pela própria Black Madonna.

Em maio, divulgações misteriosas já circulavam com os nomes dos DJs acompanhados de “Los Santos” e “Summer 2018”. Agora, os jogadores podem assistir a versões animadas das estrelas underground se apresentando e ainda montar o club de maneira personalizada.

Detalhes sobre o lançamento da atualização do GTA V — que foi lançado em 2013 — serão liberados em breve.

LEIA TAMBÉM:

Solomun voltará com novo EP depois de três anos

Novo game musical mistura realidade virtual, “Star Wars” e “Guitar Hero”

NERVO, De La Soul, The xx e Karol Conka estão na trilha do “FIFA 18”

Solomun voltará com novo EP depois de três anos

Customer Is King” marca o centésimo lançamento da Diynamic

Após três longos anos sem lançar discos (entre LPs e EPs), Solomun está de volta com um novo EP. O chefão da Diynamic Music anunciou o lançamento oficial de Customer Is King para 13 de julho. Com três inéditas, o disco representará nada menos que o centésimo lançamento da label.

O EP conta com a faixa-título “Customer Is King”, que em breve será apresentada como parte de uma colaboração entre Solomun e a Rockstar Games, criadores da clássica série Grand Theft Auto (GTA). Segundo o release de imprensa, a segunda faixa, “Dre”, vem bem dançante e animada, com a proposta de embalar o verão europeu, enquanto “Ich Muss Los” (“eu tenho que ir”, em alemão) traz uma pegada mais industrial.

O trabalho deve ter significado especial para o croata, já que completa o centésimo lançamento da sua gravadora. Baseada em Hamburgo, na Alemanha, a Diynamic foi fundada por Solomun e Adriano Tulio em 2006. O novo EP marca, portanto, a trajetória de sucessos impressionantes do selo para a cena house/techno em mais de uma década.

LEIA TAMBÉM:

Solomun estreia novo evento de house music em SP

Solomun remixa Jamiroquai

Solomun lança remix de clássico do trance

Ouça dois remixes de Solomun para Pantha du Prince

Selo de Solomun lança nova edição da série “Four to the Floor”

Confira o lineup do mais novo festival alemão de techno

Connect é uma inciativa dos grandes festivais Time Warp e Awakenings

A fusão entre dois dos maiores festivais de techno do mundo — Awakenings e Time Warp — teve recentemente o seu lineup completo revelado. E dentre os 22 nomes que integram a primeira edição do Connect, só tem craque: Adam Beyer, Solomun, Chris Liebing, Charlotte de Witte, Dubfire, Joris Voorn, Joseph Capriati, Jamie Jones, Marcel Dettmann, Nina Kraviz, Kölsch e Richie Hawtin foram alguns dos DJs anunciados no pacote.

O evento, que rola em 13 de outubro na Messe Düsseldorf, em Düsseldorf, Alemanha, já havia sido anunciado em outubro de 2017. Cerca de 20 mil pessoas são esperadas pelos organizadores.

A partir de 60 euros, os ingressos já estão à venda pelo site oficial.

Connect lineup
Foto: Reprodução

+ Time Warp e Awakenings se juntam em novo festival

Pacha Ibiza reabre de cara nova em maio

Com long sets de expoentes como Fatboy Slim e Sven Väth, o clube celebra sua primeira reforma em mais de 40 anos

Durante o inverno europeu (nosso verão), a Pacha Ibiza fechou suas portas para se repaginar. O clube foi inteiramente reformado e estreia nessa temporada sua nova cara — a primeira grande transformação em mais de 40 anos.

Nenhuma foto foi divulgada de antemão, deixando a expectativa e a surpresa para os frequentadores. Segundo a assessoria de imprensa da casa, a transformação mais notável é a mudança da cabine do DJ para o meio da pista de dança — algo que já foi visto durante as festas de Solomun no ano passado, mas que agora se torna definitivo.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre Ibiza

“Centralizar a cabine do DJ é o modo mais natural para que o público e o DJ sintam a maior conexão possível”, declarou Juli Capella, a arquiteta da reforma. Além disso, os ambientes, as passagens e os bares teriam sido redesenhados para se tornarem mais confortáveis. O comunicado do clube ainda destaca que a nova pintura e modelagem do ambiente interior foram inspiradas nos tons do Mediterrâneo e nas “formas mais simples” das construções de Ibiza.

O pontapé inicial da nova Pacha se dará em seis festas de inauguração espalhadas durante os primeiros três finais de semana de maio, todas elas comandadas por long sets de grandes nomes da cena house/techno: Hot Since 82 (dia 04), Sven Väth (05), Seth Troxler (11), Dixon (12), Fatboy Slim (18) e Solomun (19).

Como forma de homenagem e agradecimento aos moradores de Ibiza, a Pacha não cobrará entrada dos habitantes da ilha nesses dias até as 02h30 (mediante comprovação com documento).

Pacha reformada
Foto: Divulgação

Com surpresa, Tomorrowland revela primeiros artistas de 2018

Depois de ficar de fora das últimas duas edições, Hardwell volta a integrar o lineup do festival belga

O Tomorrowland anunciou as primeiras atrações de sua edição deste em ano, em Boom, na Bélgica. A primeira fase traz nomes como Armin van Buuren, Axwell λ Ingrosso, REZZ, Claptone, Solomun, Sven Väth, Ben Klock e Stephan Bodzin, mas a principal surpresa fica pela presença de Hardwell.

O DJ ficou de fora das últimas duas edições do festival, depois de tretar com Dimitri Vegas & Like Mike em 2015, quando a dupla tomou o primeiro lugar do astro holandês no controverso Top 100 da DJ Mag. Como Vegas e Mike são residentes e têm proximidade com os produtores do Tomorrowland, teriam boicotado a presença de Hardwell nas edições de 2016 e 2017, segundo informações de bastidores.

Em junho do ano passado, porém, Like Mike publicou uma foto de um almoço com seu parceiro de projeto e o próprio Hardwell, indicando que os três haviam se acertado. Em dezembro, o DJ chegou a dividir palco com a dupla — o que ajuda a entender a sua ao Tomorrowland em 2018.

+ Tomorrowland anuncia labels que farão parte da próxima edição

Confira todos os nomes confirmados e seus respectivos palcos e datas:

LEIA TAMBÉM:

Tomorrowland abre pré-registro para compra de ingressos

Hardwell ficará de fora do Tomorrowland Bélgica pela segunda vez

Editorial: É hora de rever nossa posição sobre o Top 100 da DJ Mag

Solomun estreia novo evento de house music em São Paulo

Dia 14 de novembro, a cena deep/tech house de São Paulo ganha um novo projeto. Chamada Hush, a festa traz o croata Solomun como headliner de sua primeira edição. O evento será no antigo galpão da Editora Globo, na Avenida Jaguaré, 1485 — mesmo local onde rolou o Skol Beats Tower.

+ Solomun remixa Jamiroquai

+ Solomun lança remix de clássico do trance

Em contato com a Phouse, o pessoal da Plusnetwork — responsável pela produção — afirmou que a ideia central é “resgatar o essencial para uma festa: música boa, amigos e diversão, sem blá-blá-blá e com a qualidade de entrega que o nosso público já conhece”. O conceito, portanto, é minimalista (“hush”, em inglês, significa silêncio), remetendo a alguns valores das origens da dance music: menos ostentação, mais pista de dança. “É esta a tônica da Hush: ser uma festa sensorial, mas poderosa na experiência. O que realmente interessa é proporcionar ao público a melhor noite que vão ter no ano”, explicam.

A ideia é que a Hush seja semestral, sempre com uma grande atração da cena mundial. Os outros nomes do lineup serão revelados em breve.

LEIA TAMBÉM:

Gorillaz anuncia show em São Paulo

Plusnetwork, Entourage, Lula, Bolsonaro e a guerra de egos na cena eletrônica

O legado de David Mancuso; como um homem e seu loft inventaram a cultura clubber

Lançamento de peso: confira novo disco de remixes para single do Depeche Mode

A clássica banda britânica Depeche Mode lançou na última semana um disco de remixes para “Going Backwards”. São 14 faixas, 12 correspondentes ao single em questão, mais um remix para “Poison Heart” e outro para “You Move” — todas músicas do último álbum de estúdio da banda, Spirit.

+ Confira uma demo rara do Depeche Mode antes de se chamar Depeche Mode

Entre os artistas convidados para a empreitada estão grandes nomes: Solomun, The Belleville Three (trio formado pelos pioneiros do techno, Juan Atkins, Derrick May e Kevin Saunderson), Maya Jane Coles, Chris Liebing, Latroit, Point Point e Soulsavers, além da versão original.

A junção da sonoridade clássica do Depeche Mode com a visão futurística e eletrônica dos artistas que os remixaram fazem deste EP um lançamento de peso, com ícones da música mundial.

+ Às vésperas do novo álbum, Depeche Mode lança videoclipe

+ Solomun remixa Jamiroquai

Confira sets do segundo final de semana do Tomorrowland 2017

Depois de subir cerca de 80 sets que rolaram no seu primeiro fim de semana, o canal do YouTube do Tomorrowland vem subindo ainda mais dezenas de vídeos em HD, desta vez correspondentes ao fim de semana passado, que marcou o encerramento do festival na Bélgica.

+ Assista a dezenas de sets do Tomorrowland que rolaram nesse fim de semana

Abaixo você pode assistir a uma pequena seleção de alguns dos momentos mais relevantes desse segundo final de semana — como o set do duo Axwell Λ Ingrosso, que teve a aparição da modelo Romi van Renterghem, estrela do curta para o EP More Than You Know, ou o set de Armin van Buuren, que levou o público à loucura no dia 29:

Somando apresentações dos dois finais de semana, já são quase 200 vídeos postados no canal.

+ Incêndio atinge palco do Tomorrowland, em Barcelona

+ Martin Garrix e David Guetta estreiam colaboração no Tomorrowland

+ Vai ter Tomorrowland Brasil em 2018? Tudo indica que sim

Solomun remixa Jamiroquai

Nesta sexta, 28, foi lançado o remix de Solomun para “Superfresh”, do Jamiroquai. Em oito minutos, a faixa traz o deep house característico do produtor, dando destaque à viagem proporcionada pelos sintetizadores, relegando os vocais a um segundo plano — ao menos até o break dos cinco minutos.

“Superfresh” é o mais recente single do Jamiroquai. A canção faz parte do novo álbum do grupo, Automaton — disco que os britânicos estão apresentando mundo afora, em turnê que passa pelo Brasil em dezembro.

+ Solomun lança remix de clássico do trance

+ Vai sobrar groove em SP: Jamiroquai volta ao Brasil depois de 4 anos

Assista a dezenas de sets do Tomorrowland que rolaram nesse fim de semana

Desde sábado, o canal do Tomorrowland no YouTube vem subindo, pouco a pouco, os sets que rolaram nesse final de semana, na Bélgica. Até o momento desta publicação, já são mais de 70 uploads. O portal Stereo Minds reuniu os 64 vídeos (63 para o Brasil) que haviam sido publicados até ontem, incluindo nomes como Armin van Buuren, Tiësto, Axwell /\ Ingrosso, Ferry Corsten, Marshmello, Alesso, Jauz, Gareth Emery, Carl Cox, Jamie Jones, Nicole Moudaber, Yves V e San Holo. Confira:

Nesta segunda, porém, já há novos uploads, que incluem apresentações de Oliver Heldens, Nicky Romero, Claude VonStroke, Eats Everything e Solomuncuriosamente, este abriu seu set com samples em português.

Você pode conferir todos os vídeos já disponibilizados no canal do Tomorrowland.

+ Tomorrowland 2017 divulga seu cronograma completo

+ Com Alok, SKOL lança versão surpresa do Tomorrowland e sorteia viagens

+ Vai ter Tomorrowland Brasil em 2018? Tudo indica que sim

Solomun lança remix de clássico do trance

O DJ e produtor musical Solomun é um nome altamente respeitado na música eletrônica, lembrado por remixes para nomes como Foals e Noir & Haze, e pelos seus sets infinitamente variados, acumulados por longos tempos de estrada e pesquisa. De olho nesse perfil inovador, o selo britânico Renaissance, que chegou aos seus 25 anos de atuação, convidou o artista para remixar o clássico do trance “Age of Love”, pela série Renaissance The ReMix Collection.

A faixa teve grande influência no início dos anos 90, estabelecendo um som inicial para o gênero, catapultada pela aparição no filme Human Traffic, que fez muito sucesso na época. Agora, Solomun dá outra roupagem para a ambientação da música, com camadas mais graves e densas

O remix, publicado ontem no Soundcloud do selo, já vem sendo tocado por nomes do calibre de Tale of Us, Dubfire e Maceo Plex. O lançamento oficial se dará na próxima sexta, 21, mas a pré-venda já está disponível no Beatport.

+ Ouça dois remixes de Solomun para Pantha du Prince

+ Herói? Aparentemente, Chance The Rapper acaba de salvar o Soundcloud

De David Guetta a Ben Klock, confira 100 nomes já anunciados para o ADE

O Amsterdam Music Festival já mostra que será um dos eventos do ano somente com a revelação de pouco mais de cem artistas, de um total de 2500 que irão se apresentar em 140 localidades.

Os nomes divulgados representam estilos variados, como Ben Klock, Paul Oakenfold, Dimitri Vegas & Like Mike, Joseph Capriati, Solomun, Stephan Bodzin, David Guetta, Seth Troxler, o recentemente constrangido Konstantin, Don Diablo, Dubfire, Joris Voorn, Nastia, Recondite, Tale Of Us, e também os lives já confirmados de Fatima Yamaha, Vessels, Hercules & Love Affair, entre outros.

+ DJ e sua crew são cortados de festival depois de declarações machistas

+ O Seth Troxler profanou o Templo com um loop de funk; queimem o herege!

Martin Garrix também irá repetir a dose do seu show sem restrições de idade, e se diz muito feliz com isso acontecendo de novo, pois nem sempre seus fãs mais novos podem vê-lo. A outra grande novidade para este ano é que as conferências acontecerão em um local diferente, no Teatro Nieuwe DeLaMar, e nos 16 anos anteriores a casa foi o Felix Meritis, que está em processo de renovação.

+ Amsterdam Dance Event anuncia novo local para 2017

+ Teaser de documentário tem Garrix, Guetta, Angello, Troxler e Oakenfold

Confira o lineup completo:

Ouça dois remixes de Solomun para Pantha du Prince

Um dos principais expoentes do deep house, Solomun tem o hábito de lançar mais de um remix para uma mesma faixa, explorando conceitos e sonoridades diferentes, e assim produzindo olhares distintos sobre uma única obra.

Foi o caso agora com “Dream Yourself Awake”, do Pantha du Prince. Nesse último sábado, Solomun soltou de uma só vez em seu Soundcloud o remix e o “dream remix” para a faixa — o primeiro, mais inclinado às pistas de dança, enquanto o segundo é bem etéreo e introspectivo, cheio de camadas melódicas e sem batida nenhuma.

Confira:

Ambas as faixas integram o disco de remixes de The Triad, lançado na última sexta; além de Solomun, o disco conta com releituras de nomes como Recondite e Alva Noto.