Encerramento do 1º final de semana desaponta fãs do Tomorrowland

KSHMR também é anunciado como atração do primeiro round do festival

O Tomorrowland revelou ontem, discretamente, alguns nomes responsáveis pelo fechamento do primeiro final de semana do festival, no dia 21 de julho. Com o slot final ainda disponível, muitos fãs esperavam que o Swedish House Mafia pudesse ocupá-lo, mas ainda não foi desta vez.

O festival, sem qualquer tipo de divulgação (na famosa maciota), escalou “15 Years of Iconic Anthems” (“15 anos de hinos icônicos”), representado por Dimitri Vegas & Like Mike, Steve Aoki & Friends” — artistas que, inclusive, já tocam no palco principal em dias anteriores. Muita gente encarou essa atitude como preguiçosa, o que ocasionou diversos comentários negativos na página oficial do Facebook do Tomorrowland e em outros grupos de discussão.

+ LEIA TAMBÉM: A$AP Rocky cancela Tomorrowland e outros shows após prisão; Swedish House Mafia revela collab e pede justiça

Devido à prisão de A$AP Rocky no início deste mês, a produção precisou remanejar alguns horários, e quem acabou aparecendo no lineup do primeiro final de semana no palco principal foi KSHMR, entre 19h e 20h.

O que resta agora é esperar o anúncio do encerramento do segundo final de semana, no qual — aí sim — muito provavelmente, veremos o Swedish House Mafia escalado. 

A$AP Rocky cancela Tomorrowland e outros shows após prisão; Swedish House Mafia revela collab e pede justiça

Artista está detido desde o dia 03 de julho por suspeita de agressão grave

Quem esperava ver o rapper americano A$AP Rocky no Tomorrowland ou em qualquer outro show de sua turnê europeia, vai precisar esperar um pouco mais. Após ter sido preso no começo do mês (03) pelo envolvimento em uma briga de rua na cidade de Estocolmo, o caso ainda não se resolveu e a estrela segue detida em uma prisão sueca.

Pra piorar, parece que ele está passando por maus lençóis. Seu advogado afirmou recentemente que o rapper está preso em um local onde as condições são “desumanas” e “horríveis”, e lançou uma petição exigindo sua libertação. Segundo a Oxygen, A$AP deve permanecer no mínimo até sexta-feira (19), data em que os promotores devem formalmente acusá-lo ou solicitar que um tribunal prorrogue sua detenção.

Além do Tomorrowland, onde tocaria justamente nesta sexta, Rocky teve de cancelar shows em outros grandes festivais, como Sónar Barcelona, Melt! Festival (Alemanha), Dour Festival (Bélgica), Atlas Weekend (Ucrânia) e Splash! Festival (Alemanha). Os shows aconteceriam para divulgar seu último álbum de estúdio, Testing.

Entenda o caso

Rakim Mayers, o A$AP Rocky, será julgado por lesões corporais graves, o que pode render até seis anos de cadeia. Segundo sua defesa, o artista agiu em legítima defesa.

Em um vídeo de quase três minutos postado por Rocky no IGTV, dois homens não identificados parecem estar provocando o rapper e sua equipe, seguindo-os ao longo do caminho, mesmo após diversos avisos do seu segurança para irem embora. É possível observar que Mayers, que estava mantendo a calma até então, muda de atitude ao ouvir de uma mulher que um dos homens havia apalpado a bunda dela e de sua amiga.

Em outro vídeo, postado anteriormente no Youtube e já retirado do ar, é possível ver A$AP e seu companheiros agredindo um dos homens que aparece em suas filmagens.

Collab com o Swedish House Mafia

Além de ter ganho o apoio de diversos artistas no mundo todo, A$AP Rocky também recebeu a solidariedade do Swedish House Mafia. No final de semana, Steve Angello e Sebastian Ingrosso postaram nos seus respectivos Stories um player indicando a existência de uma collab entre o trio e o rapper, chamada “Frankenstein”. Ingrosso também postou uma foto com a legenda #FreeRocky (algo como “Rocky livre”).

Em sua apresentação no Ultra Europe, no domingo, o grupo tocou “Frankenstein”, enquanto a mensagem “Justice for Rocky” (“justiça para Rocky”) brilhava no palco.

View this post on Instagram

#JusticeforRocky

A post shared by Sebastian Ingrosso (@ingrosso) on

Foto: Reprodução
  • Patrocinado: Clique aqui para inscrever-se no Burn Residency 2019 e ter a oportunidade de alavancar a sua carreira.

Swedish House Mafia lança camisetas bizarras

Não tem como isso ser sério

Trollagem, autoironia, crítica social foda ou apenas extremo mau gosto? Ninguém entendeu bem o real objetivo, mas o fato é que o Swedish House Mafia colocou à venda duas camisetas novas do grupo que parecem ter sido feitas para uma banda de metal farofa dos anos 2000.

Vamos falar a real, não tem como isso ser sério. Vejam algumas das reações carinhosas dos fãs nas redes sociais:

“Poderiam apenas tentar lançar umas músicas novas? Obrigado.”
Músicas novas — Swedish House Mafia — Cancelar os shows e fazer merchan
“Parece produto pirata que um morador de rua tentaria vender na entrada de um show”
“Parece uma banda de metal kkkkkkkjjjj”
Precisamos salvar o mundo depois dessa monstruosidade
Esse a gente não precisa traduzir
“Demitam quem quer que tenha dito que essas camisetas ficaram bonitas”

Enquanto isso, o Swedish House Mafia segue falando pouco e se apresentando por alguns cantos do mundo. Clique aqui para ler mais notícias sobre o trio.

Com debutantes brasileiros, Tomorrowland solta o lineup (quase) completo para 2019

Penúltimos horários do Mainstage permanecem em aberto

O Tomorrowland acaba revelar seu lineup para a edição de 15 anos do festival. Time completo? Não exatamente. Nas timetables do Mainstage, o horário das 22h20 permanece em aberto nos dois domingos (21 e 28 de julho) — o que reforça a ideia de que o Swedish House Mafia ainda deve ser anunciado para o encerramento, apesar do comportamento reticente do grupo nos últimos dias.

Além disso, em todos os dias, os últimos horários do palco principal são ocupados por um “15Y Spectacle” (espetáculo de 15 anos), cujos detalhes ainda não foram revelados.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Outro destaque fica por conta do anúncio de outros cinco DJs brasileiros, que juntam-se a Alok (confirmado desde abril): Vintage Culture, que toca pela primeira vez no festival belga, no palco com curadoria de Martin Garrix (STMPD RCRDS); Bruno Martini (atração das duas últimas edições), no palco de Sunnery James & Ryan Marciano (Sexy by Nature); ANNA, pela primeira vez solo (fez B2B com Monika Kruse no ano passado), no palco Carl Cox Invites Space Ibiza; e Tropkillaz e Anitta, outros debutantes, confirmados para o palco GV & Friends, no dia 27 de julho.

Enquanto Alok (Mainstage), Vintage e Bruno Martini estão agendados para o dia 19 de julho (a primeira sexta-feira), ANNA e novamente Alok (agora no palco da HELDEEP, de Oliver Heldens) ficaram com o dia 26 (a segunda sexta-feira).

Você pode conferir o lineup (quase) completo no site oficial.

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Tomorrowland

Desfalques do Swedish House Mafia na Coreia e em Vegas geram especulações

Novas tretas? Cancelamentos à frente? Um novo mistério ronda o trio sueco

Os fãs coreanos de EDM levaram um grande balde de água fria nesse final de semana. Anunciada há meses, a primeira gig do Swedish House Mafia no país foi cancelada de última hora. O show deveria ter acontecido no encerramento do Ultra Korea, nesse domingo. Além do trio, Martin Garrix, que lesionou o tornozelo no EDC Las Vegas, também acabou ficando de fora dessa edição.

O SHM se pronunciou de maneira protocolar no Facebook: “Por razões imprevistas, o Swedish House Mafia não poderá tocar no Ultra Korea. Eles pedem desculpas aos fãs e esperam poder tocar na Coreia do Sul em breve”. Por causa desse desfalque, ainda sem uma explicação oficial, o festival teve que reembolsar os fãs que se sentiram prejudicados, retornando o valor integral dos ingressos de domingo.

Foto: Reprodução

Pra deixar a história ainda mais estranha, na sexta-feira, Steve Angello e Sebastian Ingrosso tinham um B2B agendado para a XS, em Las Vegas, mas apenas o primeiro apareceu para tocar, deixando muitos fãs insatisfeitos. No Instagram, Steve respondeu a uma reclamação, pedindo desculpas e afirmando que Ingrosso teve problemas com o seu passaporte.

Foto: Reprodução

Naturalmente, essas duas ausências motivaram uma série de especulações. Segundo matéria do YourEDM.com, “há rumores de que o grupo estaria tendo problemas internos”. Já a edição alemã da DJ Mag publicou que outros shows da turnê mundial correm risco de cancelamento — isto porque a Live Nation teria fechado contrato para uma outra turnê do trio sueco, e teria interesse em cancelar aquelas datas que a prejudicariam em termos de público.

Como sempre, o silêncio do Swedish House Mafia causa muito barulho.

Assista ao Swedish House Mafia tocando uma de suas novas faixas na Suécia

Nova música possivelmente chama-se “Underneath It All”

Como você viu aqui na semana passada, o Swedish House Mafia tocou quatro músicas novas, ainda desconhecidas, no primeiro show da sua nova turnê, em Estocolmo. Aquele registro com a apresentação completa, feito por um fã, não está mais disponível, mas agora vem circulando na web outro vídeo, upado na conta de Karim Chorfi no YouTube.

Nele, é possível conferir, com qualidade razoável, o momento em que o trio tocou uma dessas músicas novas. Nenhum detalhe desta ou de alguma outra “ID” foi revelado até este momento — apenas o nome “Underneath It All” (“por baixo de tudo”) vem sendo assumido como o mais provável dessa canção, já que a frase é repetida diversas vezes no refrão.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Fã disponibiliza 1º show da nova tour do Swedish House Mafia

Primeira data na Tele2 Arena pode ser conferida na íntegra

Acabou há pouco o primeiro show da turnê de retorno do Swedish House Mafia, na Tele2 Arena, em Estocolmo, e graças a um fã, o show pode ser assistido por quem não estava lá.

O usuário do Twitter @Vasse76 transmitiu pelo Periscope a performance ao vivo, e a gravação segue disponível online — ao menos até o momento desta publicação. Em quase duas horas, foram quatro músicas novas, ainda desconhecidas, mashups de clássicos, remixes de outros artistas e a aguardada performance orquestrada de “One”.

Naturalmente, a qualidade da gravação está longe de ser a ideal, mas é possível ter uma ideia bacana de tudo o que o trio preparou para sua nova tour.

Confira abaixo:

https://twitter.com/Vasse71/status/1124052640084692992?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1124052640084692992&ref_url=https%3A%2F%2Fdancingastronaut.com%2F2019%2F05%2Fswedish-house-mafias-reunion-officially-commences-in-stockholm-relive-the-full-performance%2F

Antes de partir para os outros países, ainda estão previstas outras duas performances na Tele2 Arena, amanhã e no sábado.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Turnê do Swedish House Mafia terá hit orquestrado

Compositor confirmou a informação do jornal sueco Dagens Nyheter

Enquanto muito se especula sobre as grandes probabilidades de termos música nova do Swedish House Mafia sendo apresentada já na sua turnê mundial, o trio terá ao menos mais uma carta na manga: uma versão orquestrada do hit “One” — música eleita recentemente a mais icônica da história do Tomorrowland. A informação é do jornal sueco Dagens Nyheter, e foi posteriormente confirmada pelo compositor Jacob Mühlrad, em seu Instagram.

“Hoje se tornou oficial o fato de que fiz uma colaboração com o Swedish House Mafia! O sentimento é incrível! Minha interpretação do hit deles, ‘One’, será debutada na Tele2 Arena, nos dias 02, 03 e 04 de maio, e dali para mais de 13 cidades!”, escreveu Mühlrad.

“Nas conversas com o Sebastian Ingrosso — que tomou a dianteira da parceria —, Axwell e Steve Angello, chegamos à conclusão de que eu interpretaria ‘One’ ao lado de uma grande orquestra sinfônica. O resultado foi mágico, nunca sequer sonhei que dois gêneros diametralmente opostos poderiam se encontrar dessa forma. Foi um dos projetos mais difíceis e mais divertidos que já fiz até hoje”, concluiu.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Swedish House Mafia abre loja virtual por apenas três horas

Loja fica aberta das 14h às 17h de Brasília

Agora, às 14h de Brasília, o Swedish House Mafia acaba de abrir uma loja virtual, em uma nova estratégia de aquecimento pra turnê mundial do trio, que começa dia 04 de maio.

Por ora, o único produto colocado à venda é uma camiseta oficial da turnê, com o logo do SHM, a frase “Save The World” e todas as datas dos shows escritas nas costas. A camiseta custa 35 euros (aproximadamente R$ 155,00).

A loja é acessada através do site oficial do grupo, e, segundo comunicado por e-mail, ficará disponível por apenas três horas — ou seja, até as 17h de Brasília.

+ Retorno do Swedish House Mafia será tema de mostra de arte

+ Swedish House Mafia emplaca a música mais icônica da história do Tomorrowland

+ Swedish House Mafia encerrará o Tomorrowland, diz site

Retorno do Swedish House Mafia será tema de mostra de arte

Chamada “Purgatorium”, a exposição trará fotos do trio registradas por Alexander Wessely

Antes de iniciarem sua turnê mundial de retorno, o Swedish House Mafia tem ainda mais uma surpresinha para os fãs de Estocolmo: o centro artístico Fotografiska, que fica na capital sueca, receberá uma exposição de fotos do artista e colaborador do trio Alexander Wessely.

Chamada Swedish House Mafia – Purgatorium, a mostra receberá visitas entre o próximo dia 30 e 05 de maio — dia seguinte ao primeiro show da turnê, na Tele2 Arena. Segundo o site do Fotografiska, a exibição traz a jornada do trio, “da morte ao renascimento”, contada em 12 fotos, além de um filme que será projetado nas paredes do local.

+ Relembre o primeiro anúncio da turnê mundial do Swedish House Mafia

Entre o céu e o inferno — Legado e mortalidade, adversidade e triunfo. Não importa em quais circunstâncias você vive, você não pode escapar do poder dessas forças. O Swedish House Mafia e o artista Alexander Wessely decidiram contar, através da arte, a história do processo desafiador do grupo, da morte ao renascimento — por anos acompanhada de perto e interpretada por Alexander Wessely”, diz a página.

“Quando o Swedish House Mafia retorna dos mortos, eles o fazem com amor pelo processo que passaram — processo este que resultou em arte grandiosa. Não apenas com música nova, mas também com uma exposição de fotografia e filme feita pelo artista Alexander Wessely”, continua.

+ Swedish House Mafia emplaca a música mais icônica da história do Tomorrowland

“Em Swedish House Mafia – Purgatorium, Wessely apresenta os artistas através de espectro unico, em que a escuridão, o bizarro e o gracioso encontram-se e vislumbram a jornada do SHM pelo Purgatório, que significa passar por um período duro de purificação que leva ao desenvolvimento.”

“O Alexander conseguiu acompanhar nossa jornada como ninguém mais conseguiria”, diz o trio, em depoimento à página da exposição. “Ele vê, escuta e interpreta visualmente tudo aquilo que fazemos. Sua estética incrivelmente forte está muito perto dos nossos corações, e espelha a jornada da vida quase que perfeitamente.”

+ Swedish House Mafia encerrará o Tomorrowland, diz site

“Desde o início, tem sido um processo orgânico e quase que óbvio”, acrescenta Wessely. “O SHM é muito mais do que apenas três músicos. Eles são a definição de uma onda cultural, e sempre têm explorado maneiras de alargar os limites do que é possível. Poder apresentar essa exibição junto a eles no Fotografiska significa muito para mim.”

“Depois de ter ficado próximo dos três por um tempo, pude ver diferentes facetas de cada um, que a maioria das pessoas não consegue ver. Tentei interpretar suas diferentes personalidades da melhor maneira possível, e quero que isso figure em cada obra de arte que produzi para essa exposição”, continua o fotógrafo.

Os ingressos para a exposição custam 165kr (aproximadamente R$ 70,00), e estão disponíveis no site do Fotografiska.

Swedish House Mafia emplaca a música mais icônica da história do Tomorrowland

Com mixagem de Laidback Luke, as cem músicas mais votadas pelo público foram reveladas nesta quinta

A galera do mundo inteiro pôde votar nas suas três músicas favoritas da história do Tomorrowland, e a One World Radio tem transmitido a contagem regressiva das mil mais votadas desde o dia 02, com cem faixas por dia.

Hoje, Laidback Luke vinha mixando direto dos estúdios da rádio, na Bélgica, o Top 100 final, desde o meio-dia (08h no Horário de Brasília). E como muitos podiam imaginar, foi o Swedish House Mafia que emplacou a faixa mais votada de todas. Curiosamente, a primeira posição chama-se “One”.

Entre as dez mais votadas, temos um salto no tempo na época de ouro da EDM, dos primeiros anos desta década. Confira o Top 10:

10) Afrojack feat. Martin Garrix – Turn Up The Speakers
09) Dimitri Vegas & Like Mike feat. Martin Garrix – Tremor
08) Avicii & Nicky Romero – I Could Be The One
07) Armin van Buuren feat. Trevor Guthrie – This Is What It Feels Like
06) Alesso feat. Tove Lo – Heroes
05) Martin Garrix – Animals
04) David Guetta feat. Sia – Titanium
03) Avicii – Levels
02) Dimitri Vegas & Like Mike, Moguai – Mammoth
01) Swedish House Mafia – One

+ CLIQUE AQUI para ver o Top 1000 completo

+ Swedish House Mafia encerrará o Tomorrowland, diz site

Swedish House Mafia encerrará o Tomorrowland, diz site

Esta era a hipótese mais provável desde que Martin Garrix confirmou que não fecharia o festival neste ano

O portal We Rave You cravou: o Swedish House Mafia será atração na última noite do Tomorrowland, fechando o festival com chave de ouro.

Como você já tinha visto na Phouse, esta era a hipótese mais provável para o encerramento do Tomorrowland desde que Martin Garrix confirmou que não seria o encarregado pela tarefa desta vez, quebrando a tradição das últimas três edições na Bélgica.

+ Martin Garrix revela que não vai tocar no Mainstage do Tomorrowland

Além disso, em dezembro, um e-mail do Weekend Festival para a imprensa aparentemente vazou a informação de que o trio tocaria no Tomorrowland e no Ultra. O UMF não contou com o trio sueco neste ano, mas por outro lado, as edições europeia e coreana os anunciaram como headliners recentemente.

Somando-se ao fato de este ser um ano especial para o Tomorrowland, a escolha do SHM para o encerramento parece fazer bastante sentido. Falta agora, porém, a confirmação oficial.

+ Depois do Ultra Europe, Ultra Korea também confirma Swedish House Mafia

Swedish House Mafia é anunciado no Grande Prêmio de Singapura

Lineup ainda conta com nomes como Fatboy Slim, Muse, Red Hot e Cardi B

Enquanto terminávamos de curtir o Carnaval, o Swedish House Mafia teve mais uma data ao redor do mundo anunciada: o trio vai tocar no Grande Prêmio de Singapura, da Fórmula 1, no dia 20 de setembro, uma sexta-feira, antes da sessão de treinos dos corredores.

Do dia 20 ao dia 22 (data da corrida), o evento, que rola no Circuito Urbano de Marina Bay, contará ainda com shows de nomes como Fatboy Slim, Hans Zimmer, Muse, Red Hot Chili Peppers, Cardi B e Toots & the Maytals. A apresentação ainda não foi confirmada pelo trio, cujo nome já saiu na programação oficial (confira o lineup completo abaixo).

Em 2013, durante a “One Last Tour”, o SHM também tocou no Grande Prêmio de Singapura, enquanto Axwell Λ Ingrosso se apresentaram nos Grandes Prêmios de Azerbaijão (2018) e Bahrein (2016). No ano passado, Armin van Buuren e Hardwell chegaram a discotecar no Grande Prêmio do México.

Foto: Reprodução

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Anunciado no Lolla Berlin, Swedish House Mafia assina com Columbia

Gravadora da Sony Music será a nova casa das músicas do trio

As novidades sobre o Swedish House Mafia não param. Depois de ser anunciado pelas edições europeia e sul-coreana do Ultra, o trio foi confirmado agora como headliner da quinta edição do Lollapalooza Berlin, ao lado de Martin Garrix, Kings of Leon, Twenty One Pilots e Kraftklub.

Foto: Reprodução

Além disso, o trio assinou com a Columbia Records, gravadora da Sony Music Entertainment. Segundo a Variety, a Columbia venceu uma queda de braço com a concorrente Republic Records, da Universal Music, assinando com o trio sueco por valores “bem menores”.

Assim, a label — que tem contrato com nomes como Daft Punk, Calvin Harris, Diplo e Gesaffelstein — será responsável pelo lançamento das iminentes novas músicas do grupo. No passado, o Swedish House Mafia lançou seus hits pela extinta EMI Records.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Depois do Ultra Europe, Ultra Korea também confirma Swedish House Mafia

Grande festival polonês também é acrescentado à lista da turnê mundial

Mal foi confirmado para o Ultra Europe e o Swedish House Mafia já foi anunciado também pelo Ultra Korea. Ao entrar no site do festival, o seguinte vídeo é carregado:

O festival sul-coreano rola mais uma vez em Seul, entre os dias 07 e 09 de junho. Além dele, o trio também foi anunciado para o maior festival de música da Polônia, o Open’er, que neste ano será entre 03 e 06 de julho.

A próxima data a ser divulgada pelo trio provavelmente será em Los Angeles, já que, em seus respectivos stories no Instagram, Steve Angello e Ingrosso têm promovido o nome da cidade.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Ultra Europe confirma Swedish House Mafia

Site do festival apresenta popup com logo do trio

Não foi anunciado formalmente, com palavras, mas o Ultra Europe confirmou nesta segunda-feira que o Swedish House Mafia será atração do festival. Como? Com um simples popup.

Assim que você acessa o site oficial do evento, uma animação com o logo do grupo aparece por alguns segundos — a mesma animação que foi vista no site do Creamfields em novembro.

O Ultra Korea deve ser a próxima parada anunciada pelo SHM, visto que novos pôsteres publicitários do trio foram encontrados em Seul, na Coreia do Sul, com o nome da cidade — assim como os que foram vistos em Zagrebe na semana passada.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Swedish House Mafia anuncia gig em Ibiza

Anúncio foi feito nos stories do Instagram

O Swedish House Mafia revelou nesta tarde que fará ao menos uma gig na famosa ilha espanhola neste ano. O anúncio foi feito desta vez nos stories do Instagram do grupo, seguindo o conceito minimalista e misterioso que tem dado o tom da campanha do trio — Ibiza, no dia 26 de julho. O local ainda é mantido em segredo.

Foto: Screenshot
Foto: Screenshot

Usando apenas o Instagram, e não o site oficial, o trio quebrou o protocolo dos anúncios que vinha fazendo de sua turnê mundial. Já são oito datas confirmadas, e indícios fortes da presença do SHM no Tomorrowland, no Ultra Miami e no Ultra Europe.

+ Pôster na Croácia sugere Swedish House Mafia no Ultra Europe

Pôster na Croácia sugere Swedish House Mafia no Ultra Europe

A peça publicitária foi encontrada em Zagrebe

Um pôster encontrado em Zagrebe, na Croácia, indica que o Swedish House Mafia será atração do Ultra Europe neste ano. A peça publicitária segue o mesmo estilo de tantas outras usadas pelo trio para promover seus shows: uma foto conceitual com três logos sequenciados da Nike ao lado de um retângulo com a palavra “Split” repetida três vezes.

Split é a cidade croata onde o Ultra Europe tradicionalmente acontece — portanto, basta ligar os pontos. Ninguém responsável pelo trio, entretanto, confirmou que o pôster é oficial. Em 2019, o festival vai rolar entre os dias 12 e 14 de julho.

Foto: Reprodução

Por ora, o trio anunciou oficialmente oito datas de sua turnê mundial. A probabilidade de tocarem nas edições principais do Tomorrowland e do Ultra também são grandes.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Swedish House Mafia

Martin Garrix revela que não vai tocar no Mainstage do Tomorrowland

Lugar que pertenceu ao holandês nos últimos anos deve ser ocupado pelo Swedish House Mafia

Escalado para fazer o encerramento do Tomorrowland nos últimos três anos, Martin Garrix terá papel mais discreto nesta edição. Segundo o mais recente tuíte do artista, ele não tocará no Mainstage, apenas no palco da sua STMPD RCRDS (anunciada há duas semanas como um dos hosts do evento), no primeiro final de semana.

Questionado por fã, Garrix foi assertivo: “Não vou tocar no Mainstage neste ano. Apenas no palco da STMPD, no primeiro final de semana”.

Como bem analisou Jake Gable, editor do We Rave You, o cenário mais provável é que o encerramento do palco principal neste ano fique por conta do Swedish House Mafia, que já confirmou alguns shows de sua turnê mundial. Em dezembro, um e-mail do Weekend Festival para a imprensa aparentemente vazou a informação de que o trio tocará no Tomorrowland e no Ultra. Mesmo sem uma confirmação oficial, é difícil imaginá-los fora desses eventos em 2019.

Até este momento, o Tomorrowland revelou 30 artistas de sua 15ª edição. Mais nomes serão divulgados dentro de uma hora.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Martin Garrix

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o Tomorrowland

Swedish House Mafia inicia o ano sob nova gerência

Patriot Management é a nova agência responsável pela gestão do grupo

Meses depois de se despedir de Amy Thomson, manager do Swedish House Mafia por 14 longos anos, o trio sueco anunciou que Ron Lafitte é quem comandará suas carreiras de agora em diante, por meio da Patriot Management.

Ron já é uma pessoa bem conhecida no cenário, responsável por administrar nomes de peso como Pharrell Williams, Ryan Tedder e o grupo OneRepublic — portanto, experiência não vai faltar no manejo da nova fase do grupo, que tem turnê mundial marcada para este ano.

Residentes em Vegas

Outra novidade que diz respeito ao trio nesses primeiros dias de 2019 é a residência de dois de seus membros confirmada no XS, em Las Vegas. O clube anunciou recentemente Sebastian Ingrosso e Steve Angello para esta temporada. Ainda é incerto se Axwell também fará parte da lista, e se o trio chegará a se apresentar em conjunto na casa.

View this post on Instagram

@WynnNightlife welcomes @Ingrosso home!

A post shared by XS Las Vegas (@xslasvegas) on

View this post on Instagram

@WynnNightlife welcomes @SteveAngello home!

A post shared by XS Las Vegas (@xslasvegas) on

+ CLIQUE AQUI para conferir mais notícias sobre o Swedish House Mafia