Prisão
Phouse Staff

Phouse Staff

Antiga prisão de Amsterdã será cenário de festas de techno no ADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Seth Troxler, Nina Kraviz, Rødhåd e Honey Dijon são algumas das atrações

O techno é uma vertente com uma vibe soturna. Assim, um espaço que já foi usado como presídio não parece uma escolha inapropriada para uma balada. É o caso do antigo complexo prisional Bijlmerbajes, na Holanda, que receberá em breve três festas da label party Audio Obscura, durante o calendário do ADE.

Pode parecer meio estranho pensar em ir numa balada em uma cadeia, porém a Bijlmerbajes está desativada já há um tempinho. Inaugurada em 1978, ela foi projetada para ser um presídio “humanizado”. Como a população carcerária da Holanda tem diminuído, o Estado fechou a prisão em 2016 por desuso e manutenção. A partir daí, o local foi reformado e transformado em espaço público, e utilizado para diversas atividades.

Vídeo em 360º da emissora de notícias holandesa NOS

A cidade de Amsterdã contratou a fundação LOLA para redesenhar o espaço como o centro criativo Lola Lik, com ambientes para startups, estúdios de arte, escritórios e até um hotel. Hoje, a ex-prisão também é utilizada para auxiliar refugiados de diversos países em guerra.

Agora, a Audio Obscura vai realizar três noites de techno consecutivas em Bijlmerbajes. No dia 18 de outubro, Seth Troxler e Honey Dijon vão conduzir a festa; no dia 19, a label soma forças com o selo Electric Deluxe, trazendo Rødhåd, Clouds e Jon Hester; e no dia 20, é a vez de Nina Kraviz comandar a prisão com o seu selo трип.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias sobre o ADE

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer ganhar 23 mil reais para montar o estúdio dos seus sonhos?

Se você é DJ e produtor musical não perca essa oportunidade.
Inscreva-se gratuitamente no Burn Residency 2019.