Connect with us
Green Valley Dez. Full
Banner Sundance Leaderborder

Notícia

A história de Hardwell: nas redes, DJ resgata detalhes do seu passado

Longe da multidão, mas perto dos fãs, o DJ vem apostando no poder da nostalgia

Phouse Staff

Publicado em

27/11/2018 - 13:11
The Story of Hardwell
Foto: Reprodução

Já faz um mês e meio que Hardwell deu seu último show antes de entrar em um período sabático, sem data pra voltar a tocar. Mas isso não impede o artista de lançar novos sons e muito menos de se manter longe dos fãs. Desde o começo de novembro, o DJ iniciou uma série de posts em suas redes sociais em que vem contando a história de sua vida e de sua carreira, sob o nome de “The Story of Hardwell”.

Não se sabe ainda se isso faz parte de um projeto maior ou se é apenas uma brincadeira pra manter os fãs engajados com nostalgia, mas constantemente ele vem revivendo as memórias de sua trajetória como artista, desde que começou a tocar, aos 14 anos. Os posts trazem curiosidades e momentos-chave desse percurso, como os primeiros discos lançados, o surgimento de seu nome artístico, vídeos de seu aniversário de 16 anos, entre outros conteúdos bem legais.

Confira os tuítes na íntegra, com tradução da Phouse:

Tudo começou após anos praticando piano no meu quarto na casa dos meus pais. O piano foi a base pelo meu interesse musical, que foi rapidamente seguido pela minha curiosidade por música eletrônica e tecnologia. Quando você começou a ouvir dance music?
No início eu compartilhava meus bootlegs pela internet. Essa do Eminem, “Without Me”, foi a primeira track que se destacou para o público. Uma das maiores rádios da Holanda, a 538, a descobriu.
Depois de tocá-la ao vivo, eles pediram que o produtor da música entrasse em contato. Por sorte, meu pai estava ouvindo a rádio e me chamou imediatamente, falando que estavam procurando por mim! Você já ouviu alguma vez esse bootleg? Gostou?”
Você sabia que meu primeiro contrato com uma gravadora veio quando eu tinha 14 anos? Foi assim que a jornada musical começou… Por meio da rádio holandesa 538 eu entrei em contato com a Digidance, onde eu assinei meu primeiro contrato. O que você achou desta primeira versão do meu logo?”
Eu comecei meu primeiro site bem cedo. Acreditava que era a melhor forma de compartilhar minha música, notícias e outros conteúdos online com meus fãs. Quando foi a primeira vez que você visitou meu site?
“DJ Hardwell — meu pai que veio com esse nome! Ele pegou nosso sobrenome, van de Corput, e traduziu para latim e inglês: “Cor” = “Heart” [coração] e “Put” = “Well” [bem]. Meus amigos e minha família ficaram bastante animados. De onde você achava que o nome “Hardwell” tinha vindo?”
“Summer Jam” foi um grande hit naquela época. Uma das minhas ideias para bombar era remixar músicas famosas com meu próprio toque. Essa se tornou uma das músicas mais tocadas em todos os clubes da Holanda! Qual é o seu remix favorito de “Summer Jam”?
“Jovem, eu mixava 24 horas por dia, sete dias por semana. De dia eu treinava e de noite eu tocava para o público. O que leva você a fazer o mesmo?”
Chuckie e eu nos tornamos amigos por causa da nossa paixão pela house e pelo som urbano. Ele estava em turnê na Holanda e me convidou para tocar na abertura dos shows dele. Sou muito grato por tudo, meu amigo!
Meus amigos e minha família organizaram uma festa surpresa pra mim, foi um ótimo aniversário! Como você aproveitou quando fez 16 anos?
Bubbling Beats Vol. 4 saiu no mesmo ano! O som que eu produzia nesse período foi chamado de “eclético”, então eu misturei diversos estilos como minimal, house, reggaeton, hop-hop e qualquer outro gênero para criar este som. Como você definiria minha música?
Aqui eu anunciei publicamente que eu queria ser o DJ #1 do mundo! Assista à entrevista e sonhe alto!
Chegamos a 2005, e eu já vivi muita coisa como garoto. Nesse ano eu fui dos sons ecléticos a uma pegada mais tech house e dirty duch.
A série Bubbling Beats se tornou muito popular, então eu lancei o Vol. 5, incluindo algumas novas sonzeiras. Qual disco da Bubbling Beats você curte mais?

E aqui estamos. Quase que diariamente, o Hardwell segue recordando esses capítulos especiais da sua vida e obra — tanto no Twitter quanto em suas outras redes sociais.

LEIA TAMBÉM:

Viagem no tempo: assista ao show de Hardwell com a Metropole Orkest

Após anunciar período sabático, Hardwell lança novo som

Hardwell anuncia pausa na carreira

No seu vlog, Laidback Luke debate sobre o afastamento de Hardwell

Wav3motion é mais um brasileiro a assinar pelo selo de Hardwell

RECEBA NOVIDADES NO E-MAIL
[fbcomments]

Notícia

Sevenn lança single pela Armada Music

“Lollypop” acrescenta mais um selo gigante na discografia dos irmãos americanos

Phouse Staff

Publicado há

Sevenn Lollypop
Foto: Divulgação

Depois de assinar por selos importantes, como Universal Music, Spinnin’ Records e a Musical Freedom, de Tiësto, o duo Sevenn adicionou mais uma label gigante à sua discografia: a holandesa Armada Music, de Armin van Buuren.

O som dos irmãos, entretanto, segue a mesma identidade já conhecida dentro da bass house, sem nenhuma influência do trance, como o vínculo à Armada poderia sugerir. “Lollypop” traz graves salientes, batidas marcantes e um vocal sexy, e está desde ontem (06) disponível em todas as plataformas.

  

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Sevenn

Continue Lendo

Notícia

Com Samantha Machado, Liu lança seu primeiro videoclipe

O vídeo de “Nave Espacial” mistura fantasia, realidade e animação

Phouse Staff

Publicado há

Nave Espacial
Foto: Divulgação

Liu lançou nessa sexta-feira (06) “Nave Espacial”, faixa que já era bastante aguardada pelos fãs, já que vinha presente no seu set há algum tempinho. A canção é resultado da parceria com a cantora paulistana Samantha Machado (que tem se notabilizado em canções com projetos de trance, como Chapeleiro e Mandragora), responsável pela composição da letra.

Pra deixar o lançamento ainda mais especial, a música saiu com videoclipe — o primeiro na carreira do Liu, que já saiu atuando em diversas cenas diferentes. Dirigido por Murilo Ribeiro, da Pixel2 Filmes, o clipe foi gravado na região do Parque Estadual de Vila Velha, em Curitiba, e mistura fantasia, realidade (em cenas dos shows do DJ) e animação (criada pela agência Raspa Língua).

 

“A experiência de gravar meu primeiro videoclipe foi surreal. Eu participei de todos os processos e acho que consegui colocar minha identidade ao lado de excelentes profissionais. Espero que vocês curtam, compartilhem e embarcam nessa nave junto comigo!”, declarou Liu, através de sua assessoria de imprensa.

“A letra tomou conta quando decidi escrever um romance entre uma princesa da Terra e um príncipe celeste, ou seja, um amor separado entre dois mundos”, complementa Samantha. “A canção levou um ano até ficar pronta, e eu contei com as ideias do meu marido Sandrão RZO, que também é músico e um aficionado pela galáxia e seus mistérios.”

+ CLIQUE AQUI para ler mais sobre o Liu

Continue Lendo

Brand Channel

Escute os três novos sons da Alphabeat

Anna de Ferran com BWAXX, Juliana Barbosa com Rozzen e parceria entre Joe Kinni, Dot Larissa e Igor Vianna

Alphabeat Records

Publicado há

Alphabeat
Anna de Ferran. Foto: Divulgação

Sextou já sabe, né? Mais um dia de lançamentos pela Alphabeat. Bóra conferir os novos singles:

Começamos com “So Glad”, collab entre a cantora, compositora e DJ Anna de Ferran em parceria com o trio BWAXX. Os artistas se juntaram para trazer aqui um synth pop com toque de house, em que a melodia é o carro-chefe.

Anna é conhecida como a filha mais velha do ex-corredor e campeão de Indy Gil de Ferran, que hoje é diretor esportivo da McLaren. Já o BWAXX é o novo projeto dos produtores paulistanos Gabriel Mielnik, Gaspar Pini e Hid Miguel.

 

A cantora e compositora paranaense Juliana Barbosa se juntou ao duo Rozzen — formado pelos também paranaenses Lucas Stiw e Renan Chesk — para nos trazer “Reality”, single com forte pegada pop e drop grovvado, que diz respeito à busca pelo verdadeiro eu.

  

Por fim, Joe Kinni somou forças com a DJ Dot Larissa e o jovem cantor Igor Vianna em “Sereia”, uma track tropical com timbres orgânicos, versos rápidos e melodias leves, que fazem o corpo sentir como se os pés estivessem na areia.

  

+ CLIQUE AQUI para conferir mais conteúdo da Alphabeat Records

Continue Lendo

Publicidade

Sundance (300×250)
Green Valley – 300×250
Brazillian Bass 300×250

Facebook

PLAYLIST

Trending

-->

Copyright © 2018 Phouse