Traffic Jam
Traffic Jam. Foto: Divulgação

No próximo fim de semana, a label party curitibana (que também atua como gravadora) Laguna Music chega ao paradisíaco litoral catarinense para uma beach party no Bora Bora, club localizado em Bombinhas. Trata-se do segundo evento do ano da marca, que anteriormente já passou pelo CAVAN77 em Ponta Grossa, interior do paraná.

Para a ocasião, além dos residentes CAOAK, PETRI e Thariel, a Laguna convida Do Santos e Traffic Jam, dois nomes importantes dentro do cenário tech house nacional — Pavesi e Cancci completam o lineup.

João Pedro é o nome por trás do Traffic Jam, projeto que tem se destacado muito nos últimos anos, com sets consistentes nas principais pistas do Brasil e notável evolução. A nosso convite, ele preparou uma lista comentada com cinco faixas que possuem uma atmosfera bem verão e devem marcar presença na pista do Laguna neste sábado. Anota aí que essa seleção ficou especial do começo ao fim:

Prunk – Journey

Começando a lista com uma música bem suave. Prunk tem feito um dos sons house mais atuais. Essa faixa foge um pouco das outras dele, que têm uma levada mais “dub”, utilizando menos elementos. Contudo, a qualidade dos elementos presentes é excelente: bateria sutil mas muito bem colocada e groove bonito acompanhando a melodia, que é o principal dessa música.

22 Weeks – Love Will Kill

Leve e repetitivamente hipnotizante. Groove muito bem encaixado, com um vocal sutil para acompanhar a levada e pads ao fundo para fechar a bela harmonia. Em um soundsystem bom funciona muito bem para fazer a pista dançar, sem ser uma música pesada.

Italobros – Essential

Uma dupla que sempre tem coisa boa sendo lançada. Essa música é um bom exemplo de um equilíbrio da pegada mais pista, mas com melodias e vocais mais suaves, fazendo um ótimo contraste. Baterias bem “tech” e outros elementos mais “deep”, uma mistura que gosto muito.

Marc Palacios, DJ Kone, Angel Heredia – Guitarola

Faixa que tem a cara de uma festa na praia no verão. Bem baleárica, com uma guitarra marcante que faz o fundo de uma levada mais pista. Usaria como momento de pico de um set ou como última música, porque ela se destaca em relação às outras pelo instrumento principal marcante e pelas melodias mais longas (nos breaks), não sendo apenas um loop repetitivo.

Saints & Sinners – Pushin’ Too Hard (Nic Fanciulli Remix)

Para fechar, um clássico remixado por Nic Fanciulli. A faixa original já é excelente e deve ter sido um belo desafio remixa-lá, mas o Nic é o Nic e fez um belo trabalho. O BPM é mais baixo que a original e ele também adicionou mais dinâmica com uma nova bateria e com vocais “cortados” no break.

+ Leo Janeiro recomenda: 10 artistas de house music para conhecer

+ Celebrando 37 anos, Diogo Accioly escolhe suas 5 faixas favoritas de “peak time”

Alan Medeiros é colaborador da Phouse.

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

Assista ao trailer do Tomorrowland 2019

Filme de dois minutos foi lançado nesta sexta-feira

Boiler Room terá festival de quatro dias

Em Londres, rolê será voltado a quatro vertentes musicais

Laroc revela tema e data de vendas para nova edição da elrow

Festa chega ao clube de Valinhos pela segunda vez

Remixes incríveis, pérolas brasileiras e vários estilos na nova seleção de singles da Phouse

Da EDM ao indie pop

Tracklist e detalhes do álbum póstumo de Avicii são revelados

Disco terá participação de nomes como Chris Martin, Aloe Blacc e Imagine Dragons

“Worlds 2019”: Assista à performance especial de Porter Robinson no Second Sky

Produtor voltou a apresentar seu clássico show depois de dois anos

5 sonzeiras de techno recomendadas por Anderson Noise

Expoente do techno nacional compartilhou cinco tracks com a Phouse

“Rave All Night” é a nova produção do Audax; ouça agora!

Lançamento saiu nesta sexta-feira, nas principais plataformas digitais

Ibiza terá novo clube underground

Octan Ibiza vai promover artistas menores de house e techno

Joy Corporation fala sobre amadurecimento e mudança para SP

Um dos DJs mais tocados no Spotify em 2018, o mineiro Felipe Sabbá vem trabalhando para seguir crescendo