Yearmixes

Vai ter Tomorrowland Brasil em 2018? Tudo indica que sim

Os indícios de que o Tomorrowland retomará suas atividades no Brasil no ano que vem são grandes. O portal Play EDM destacou uma entrevista do prefeito de Itu, Guilherme Gazzola, ao Canal Itu TV, sobre seus seis meses de gestão; em determinado momento (a partir dos 08 minutos), o prefeito declara que as conversas para trazer de volta o Tomorrowland no ano que vem estão “bem avançadas”, e que crê em 80% de chances do festival voltar (assista aqui).

+ Da BASE ao Tomorrowland; a trajetória e a visão da “personalidade do ano”, Luiz Eurico Klotz

“Nós retomamos desde janeiro essas conversas com eles [produção do Tomorrowland], e elas caminham bem. Eu diria que hoje nós temos 80% de chance de ter o Tomorrowland em abril do ano que vem. Sou um eterno otimista, tô acreditando muito na retomada do desenvolvimento de Itu”, declarou Gazzola.

+ Como a crise e as mudanças de mercado geraram um novo perfil de festivais no Brasil

A Phouse entrou em contato com a Plusnetwork, responsável pela produção do festival no Brasil, para confirmar as expectativas. O diretor de marketing e estratégia da agência, Mauricio Soares, afirmou que eles estão “bastante satisfeitos com a postura do prefeito em relação à importância dos grandes eventos para a economia e o turismo no município de Itu. Neste momento, não temos nada a acrescentar às declarações já feitas”.

+ Plusnetwork, Entourage, Lula, Bolsonaro e a guerra de egos na cena eletrônica

Além disso, outro indicativo foi o “mini-Tomorrowland” surpresa realizado pela SKOL em São Paulo, na última quinta-feira, com Alok e Paula Chalup. A marca, principal patrocinadora do festival no Brasil, fez uma ação de marketing em que levou centenas de pessoas para a festa, que foram convidadas sem saber para onde estavam indo. A Phouse traz mais informações sobre esse evento em breve.

+ Alok lança música oficial da campanha da Budweiser para o Tomorrowland

O Tomorrowland chegou ao Brasil em 2015, com contrato firmado para mais cinco anos. Contudo, por causa da instabilidade na economia, a Plusnetwork optou em não realizar uma edição neste ano.

+ Alok e Vintage Culture se juntam no palco, falam em união e indicam collab

Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Share on twitter
Compartilhar no Twitter
Share on whatsapp
Enviar no Whatsapp

Quer ganhar 23 mil reais para montar o estúdio dos seus sonhos?

Se você é DJ e produtor musical não perca essa oportunidade.
Inscreva-se gratuitamente no Burn Residency 2019.

RECEBA NOVIDADES

ÚLTIMAS NOTÍCIAS