XAMA

Bahia de todos os santos, lugar de inúmeros encantos. Além de ser o cerne da nossa mais autêntica e rica herança diaspórica e berço de nossa aventura brasileira, este é o destino final das trupes da Gop Tun e da Selvagem em 2018. Após se consagrarem em Amsterdã, trazerem um pouco da capital holandesa para o Brasil e projetarem uma versão atualizada de nossa vocação musical e hedonista pelo globo, dois dos mais ativos coletivos musicais do país somam seus trunfos e talentos para criar algo bem especial na Península de Maraú.

A ideia da Xama é uma mistura de simplicidade e ambição conceituais precisa o suficiente para criar algo inovador num cenário de festas de Réveillon já bastante povoado num país como o nosso, que dispõe de um vasto litoral, um intenso clima tropical e um farto repertório musical. Serão dez coletivos festivos oriundos de diversas partes do Brasil reunidos na região da idílica da Praia de Algodões para uma comunhão dançante que se irá estender por nove dias e se espraiar por muitas das maravilhas da geografia local.

XAMA
Foto: Divulgação

A escalação formada 100% por talento nacional (se dermos desconto à chilena Valesuchi e ao francês Crag Ouar, ambos já praticamente naturalizados cariocas) vai pontuar os mais variados e belos locais da península em festas que vão de concorridas boat parties a eventos gratuitos no Xama Bar, criando uma síntese de fruição estética que combina dois dos mais ricos patrimônios brasileiros, o musical e o ecológico, através de uma programação ostensiva. O Tikal, um já conhecido refúgio festeiro da região, será transformado num tipo de centro de operações das atividades que vão ocupar praticamente todo o tempo disponível dos peregrinos pisteiros.

Entre locações maravilhosas como a que vemos nestas imagens e atrações fabulosas que contam com muitos dos residentes dos projetos que renovaram a cena alternativa da vida noturna dos grandes centros urbanos, fica difícil apontar destaques, mesmo porque o mais promissor aqui seja justamente a união de tudo isso.

+ Orgânica e ecumênica: uma história oral da Gop Tun

Afinal, o percurso que vai de Ilhéus até o sul do país passa por Belo Horizonte, Rio, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, tendo cada metrópole dançante representada por alguns de seus principais núcleos, entre eles o 101Ø belorizontino; os curitibanos Alter Disco e Discoteca Odara; os cariocas RaRa, Climão e DOMply; o NEUE, da capital gaúcha; além do canal musical Na Manteiga e os anfitriões Selvagem e Gop Tun entre os paulistanos — cada um trazendo um pouco de suas experiências para uma localidade inédita, a fim de criarem juntos algo único, musical e conceitualmente.

A temática das festas da Xama compõe um mosaico que combina momentos e movimentos que vão do épico até o lúdico. Aqui são incluídas as festividades da virada propriamente dita, encabeçada pela Gop Tun ao lado de uma seleção incandescente que traz Carrot Green, Valesuchi, Omoloko e Pedro Bertho entre os condutores, seguida de um encerramento ardente com Kureb, Vermelho e Cashu como ignitores, além do desbravamento rítmico-onírico da colina liderado pelo duo Selvagem, acompanhado de Barbara Boeing, Craig e Gigios, e das aventuras em alto mar que ocuparão as embarcações em suas missões músico-ritualísticas.

XAMA
Foto: Divulgação

Entretanto, o cuidado com a minimização do impacto ambiental e social em meio a uma delicada comunidade e paisagem locais é o que dá o tom distintivo do evento entre tantas outras iniciativas de entretenimento que veem o majestoso litoral de que dispomos apenas como um elemento cenográfico. O festival destinará parte de seus recursos para a melhoria das condições dos habitantes da região, que são ameaçados pela iminente falta de acesso à água potável, assim como muito de seus esforços à preservação das riquezas naturais que são parte viva de sua proposta.

A primeira edição do XAMA será na Praia de Algodões, Bahia, entre os dias 26 de dezembro e 03 de janeiro. Os ingressos estão disponíveis via Event Brite.

Chico Cornejo é colaborador eventual da Phouse.

Receba novidades no e-mail

Receba o melhor da Phouse em seu email!

:::. ALEATÓRIAS / LEIA TAMBÉM

“Somos mais experientes agora”; atração do Caos, HNQO fala com a Phouse

DJ toca no clube campineiro nesta sexta-feira, ao lado de nomes como BLANCAh, Eli Iwasa e Victor Ruiz

Ouça “Ra”, techno de Diogo Accioly com o alemão Ruede Hagelstein

Lançada pela Duat Records, colaboração promete ser a primeira de muitas

Confira “Paciencia”, o 1º álbum de Phillipi & Rodrigo (Fatnotronic)

Lançado na última sexta pela DEEWEE, “Paciencia” levou cerca de três anos para ganhar forma

Por voo solo, DJ deixa conceituado projeto de São Paulo

Millos Kaiser explica por que decidiu deixar a Selvagem

Lollapalooza Brasil divulga horários dos shows

DJs competirão pela escolha do público com grandes headliners e grupos de synth pop

Confira a divisão por palcos do DGTL São Paulo

Artistas espalham-se entre os palcos Modular, Generator e Frequency

Calvin Harris é mais um headliner do Creamfields

Anúncio vem na esteira dos primeiros prêmios do produtor no Brit Awards

Pic Schmitz fala sobre seu cover de “Primeiros Erros”

DJ explica que ideia foi sugestão do DJ Meme, e revela que o lançamento coincidiu com um momento de muita tristeza

Daft Punk fará parte de exposição sobre música eletrônica em Paris

Kraftwerk, Jean-Michel Jarre e Laurent Garnier também contribuirão com a mostra

Tribe anuncia mudança de local

Segundo comunicado, a organização achou mais seguro desistir da Pedreira de Pirapora do Bom Jesus